Header Ads

O brilho da garotada gremista na estreia do Gauchão 2016

Foto: Felipe Nyland/Agência RBS
Na tarde deste domingo (31/01), enfrentaram-se no estádio Centenário, em Caxias do Sul, Brasil de Pelotas e Grêmio. Em um primeiro tempo de muitas dificuldades, o Tricolor viu o Xavante abrir o placar logo cedo com Cléverson. Contudo, os jovens gremistas brilharam e garantiram os primeiros três pontos à equipe no Estadual 2016.

Considerado a terceira força do Rio Grande do Sul, o Brasil de Pelotas manteve a base da equipe que subiu à Série B do Brasileirão e já começou o Gauchão com um grande desafio: enfrentar o Grêmio. Cumprindo punição de perda de um mando de campo, o Brasil foi ao Centenário, em Caxias do Sul, tentar começar a temporada com um bom resultado. Os comandados de Rogério Zimmermann, que já está no cargo há mais de dois anos, entraram determinados a repetir a façanha do ano passado, onde derrotaram o Tricolor, na ocasião, em plena Arena.

Já o técnico Roger Machado, que comandou o time titular em seu terceiro teste no ano de 2016 – diante do Danúbio, os gremistas ficaram no empate por 1 a 1; e contra o Avaí, os reservas também empataram – ainda não pôde contar com Giuliano, que sofreu uma lesão no pé; Ramiro, com uma entorse no tornozelo esquerdo; e o zagueiro Fred, que segue sem ser registrado no BID. O jogo, além de marcar a estreia da equipe no Campeonato Gaúcho, foi também o primeiro do lateral Wallace Oliveira, vindo do Chelsea, com a camisa tricolor.

Foto: Felipe Nyland/Agência RBS
O Grêmio até começou tentando impor seu ritmo de jogo. O Brasil de Pelotas, porém, abriu o placar logo aos oito minutos de jogo com Cléverson, após falha coletiva da defesa tricolor. A forte marcação xavante e certo nervosismo dificultavam a reação gremista. Os problemas para furar o bloqueio da equipe de Rogério Zimmermann eram claros. Nas poucas oportunidades que o Grêmio teve, não levou perigo. Até os 42 minutos, quando Luan roubou a bola, passou para Maicon e recebeu dentro da área, sem marcação. O atacante chutou rasteiro no canto direito de Martini. Brasil-PEL 1 a 1 Grêmio.

Não satisfeito com o rendimento da equipe na etapa inicial, Roger resolveu mudar o time, promovendo a entrada de Pedro Rocha e alterando o posicionamento de Maicon, que passou a jogar mais recuado, qualificando a saída de bola tricolor. A melhora da equipe foi instantânea. Aos dois minutos, veio à virada com Everton, de cabeça, após bela jogada e cruzamento de Luan. A partir de então, o Grêmio seguiu dominando as ações do jogo e, com a nova postura, voltou a jogar em um nível mais elevado, lembrando as boas atuações que encantaram os torcedores em 2015. Aos 14 minutos, Pedro Rocha sacramentou a vitória com um gol de méritos coletivos. Maicon recebeu boa bola, se livrou do marcador e deu sua segunda assistência na partida ao lançar Pedro Rocha dentro da área, que chutou no canto direito de Martini. O Xavante até tentou esboçar uma reação, mas nada conseguiu fazer para evitar a derrota.

Após um primeiro tempo pouco produtivo, o técnico Roger fez a leitura certa do jogo e, a partir do momento em que Maicon voltou à sua função, o time cresceu. A equipe segue entrosada e o que era de se esperar, visto que pouquíssimas peças mudaram em relação aos jogadores que terminaram a temporada de 2015 como titulares. O grande destaque do jogo fica para a garotada: Luan, o jogador diferenciado e que já vinha sendo o grande nome da equipe, contribuiu com um gol e uma assistência e agora vira preocupação, já que deixou o campo lesionado; Everton, além do gol de hoje, fez uma excelente pré-temporada e acredita-se que deverá assumir a titularidade no ataque ao lado de Luan, ao menos provisoriamente; e Pedro Rocha matou a partida, resta agora saber se, finalmente, conseguirá repetir boas atuações ou continuará sendo irregular. O grande ponto negativo da equipe é a bola aérea defensiva. Mais uma vez a zaga teve problemas, não conseguiu se defender com tranquilidade e falhou em momentos de bola alçada na área. 

Foto: Felipe Nyland/Agência RBS
Após essa primeira rodada, o Tricolor ocupa, momentaneamente, a segunda colocação do Gauchão 2016, juntamente com a equipe do Glória, com três pontos. O Brasil de Pelotas é o 12º colocado, ao lado do Veranópolis. O Grêmio volta aos gramados na quinta-feira, às 19h30min, contra o Aimoré, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Já o Xavante vai ao Antônio Veira Ramos, no mesmo dia e horário, enfrentar o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL-PEL: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo,Teco e Xaro; Leandro Leite, Washington, Moisés (Galiardo) e Diogo Oliveira; Cléverson (Marcos Paraná) e Nena (Ramon). Técnico: Rogério Zimmermann.
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Pedro Geromel, Kadu e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Moisés), Edinho (Pedro Rocha) e Douglas; Everton e Luan (Bobô). Técnico: Roger Machado.

ARBITRAGEM: Luis Teixeira;
AUXILIARES: Rafael da Silva Alves e Julio Cesar dos Santos.
GOLS: Cléverson (BRA); Luan, Everton e Pedro Rocha (GRE).
CARTÕES AMARELOS: Washington, Teco e Leandro Camilo (BRA); Wallace Oliveira, Kadu, Edinho, Marcelo Grohe e Maicon (GRE).


Janaína Wille | @janainawille

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.