Header Ads

A teimosia do Corinthians

O começo do Campeonato Brasileiro para o torcedor alvinegro é deprimente. Depois de um jogo pífio diante do Grêmio, uma semana de treinamento, o adversário vinha de uma goleada, mudanças nas peças de Tite e claro, vamos torcer porque a vitória ela vem... Opa pera, o Corinthians esteve DUAS vezes à frente do placar e mesmo assim tomou a virada. Vitória foi ridículo dentro de campo, mas esteve atento e viu onde estava as falhas do Timão e as aproveitou.

Tivemos uma surpresa na escalação: Walter no lugar do Cássio, sim o arqueiro titular vinha mal, merecia ser substituído e ter melhoras em jogo. Os três gols tomados pelo Walter não podem ser considerados como erro dele, pois quem falhou foram Bruno Henrique, Felipe e Elias.

Foto: Reprodução Corinthians
O torcedor foi enganado no primeiro tempo, com um time criando mais, se movimentando bem, trocando passes. Quem abriu o marcador foi o Uendel que eu tanto já o critiquei aqui pedindo Arana como titular. Quatro minutos apenas depois o marcador foi igualado com erros de Bruno Henrique e Felipe.

Fágner, melhor jogador em atividade no Corinthians ainda fez o dele na primeira etapa, o time foi para o intervalo com vantagem de 2x1, porém o Timão perdeu o jogo aí, pois não aproveitou as inúmeras oportunidades de chance de gol que teve. A movimentação criada por Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel lançando Guilherme e André a frente acompanhados de Fagner e Uendel pelas laterais mostrava outro Corinthians dentro de campo. Mas foi só enganação mesmo.

O Vitória fez dois gols na segunda etapa, aproveitou erros em cima da defesa alvinegra. É bem verdade que um dos gols foi irregular, mão na bola do adversário, mas isso não vem ao caso quando estamos falando de um time que não ousou matar o jogo, ou mesmo buscar um empate enquanto estava perdendo.

Elias tomou cartão amarelo na etapa inicial e não foi expulso não sei como, o jogador estava todo irritadinho dentro das quatro linhas e cometendo faltas tolas apresentando um futebol horrível. Bruno Henrique por mim pode ver se algum time baiano o queira e ficar por lá mesmo, não precisa pegar o avião de volta a SP. Sempre defendi o André, achando que ele realmente iria conseguir ser o camisa 09 que merecemos, mas não, já deu, a paciência acabou. O atacante não consegue acertar o gol, como que um pivô não sabe fazer sua função?

É incrível como o futebol de Felipe caiu de produção, mais uma partida em que o zagueiro não foi bem. E o Tite hein? Time perdendo ele vai e tira os dois meio-campistas que estavam bem, colocando o time a frente: Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto mantendo os dois que não fizeram nada e só atrapalharam fazendo com que tomássemos gols: Elias e Bruno Henrique. O treinador vem insistindo em um estilo de jogo e em peças que não estão dando certo, é uma teimosia grotesca que está afetando o time. São duas eliminações medonhas e duas rodadas de Brasileirão ridículas.

O Corinthians necessita de mudança URGENTE, é fato que o campeonato é longo, porém as alternâncias tem que ocorrer agora. Apenas um ponto até o momento é o que o alvinegro possui estando na 15ª posição. Vergonhoso para um time que tinha tudo, ia muito bem nos campeonatos recentes para uma mudança radical em pouco tempo. O torcedor quer respostas e estamos aqui para cobrar, e confesso que tenho receio do rumo que isso pode tomar. Acorda Corinthians, nós te amamos e queremos você bem!

Quinta-feira tem outro compromisso pela frente, será feriado e jogo às 11 horas (como odeio esse horário), e queremos passar os quatro dias com sorriso no rosto.

CORINTHIANS: Walter, Fagner, Felipe, Balbuena, Uendel, Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel (Marlone), Elias (Luciano), Guilherme, Giovanni Augusto (Ángel Romero), André: Técnico: Tite

Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.