Header Ads

Aquecimento Olímpico: Tênis de Mesa

A chuva e o frio foram pretextos primordiais na formação de diversos esportes e não foi diferente com o tênis de mesa. Considerado um dos mais populares no mundo, o ping-pong como era intitulado o tênis de mesa, é igualmente conhecido como o esporte com o tipo de bola mais rápida do mundo podendo chegar a mais de 200km/h.

O tênis de mesa é composto pela bola, feita de material sintético celulóide ou plástico, com diâmetro de 40mm, cujo peso é de 2,74g de cor laranja ou branca. A raquete que pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso e a mesa no formato retangular com 2,74 de comprimento, 1,52 de largura e 0,76 de altura.

O sistema de disputa individual é feito por sete games de 11 pontos cada, no caso de empate, vence quem abrir dois pontos. A partida por equipes contém cinco games, também de 11 pontos. 

Gustavo Tsubói (Foto: reprodução)
Lá vem história...

As primeiras aparições do Tênis de Mesa que se tem registro foram na Inglaterra, no século XIX ainda nomeado como ping-pong. Era jogado em mesas de sinuca, raquetes eram livros e a bola era de tênis normal. O grande salto dado pelo esporte veio em 1890, com a introdução da bola de celulóide. Já como "Tênis de Mesa", o esporte foi modernizado até que em 1926 foi criada a Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) que naquele mesmo ano foi disputado o primeiro mundial. Os orientais são as grandes potências no esporte. Uma das provas disso é que desde 1955 uma atleta não-asiática não conquista um mundial Feminino no individual. 

Com tanta popularidade já era hora de ser incluído no programa olímpico. E o debute ocorreu em 1988, em Seul, com os asiáticos conquistando nove das 12 medalhas em disputa naquela edição.

RIO 2016

O número de atletas no individual não passará de 70 e cada país só pode ter dois representantes.
Hugo Calderano e Gustavo Tsubói serão os representantes brasileiros mesclando juventude com experiência. Calderano, 19 anos, é a jovem revelação do Tênis de Mesa brasileiro. Ouro no Pan de Toronto é o atual 63º do ranking mundial. O outro representante brasileiro é o experiente Gustavo Tsubói, paulista de 30 anos, que participará de sua terceira Olimpíada.

No feminino o Brasil será representado pela Gui Lin e Caroline Kumahara. Gui Lin nasceu na China e se naturalizou, jogando em Londres 2012. Kumahara é paulista e tem 20 anos. Com 16 anos disputou o individual em 2012. Na competição por equipes ainda faltam ser definidas as duas últimas vagas, uma em cada naipe.

Chineses naturalizados já é rotina no Tênis de Mesa na maioria dos países. O número de atletas com dupla nacionalidade na Rio 2016 será absurdo e não é por menos. São os grandes favoritos.

Gui Lin (Foto: reprodução)

Local da competição: Rio Centro - Pavilhão 3

Com área de 23.000 m², o Pavilhão 3 do Riocentro receberá as partidas de tênis de mesa dos Jogos Rio 2016. A instalação conta com quatro mesas oficiais de competição.

Alberto Almeida (@Albertosanttos)




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.