Header Ads

Baixo público e muitos gols, Náutico atropela Sampaio na Arena

Após uma semana complicada por ter perdido fora de casa e por jogar mal, a impressa e principalmente a torcida começaram a pegar no pé do Timbu, depois de várias dúvidas o Náutico recebeu o Sampaio Corrêa e atropelou, deu uma surra, ensinou e fez tudo que tinha direito. O nome do jogo foi com toda a certeza, o atacante Rony por marca um gol, dar duas assistências, sofrer o pênalti e aterrorizar a zaga do adversário. A maior goleada da série B (até o momento) fez com que o time acordasse na tabela e não se distanciasse do G4, os gols foram marcados por Bergson, Rony, Rafael Coelho, Rodrigo Souza e Jefferson Nem.

Rony, o nome da partida recebendo o carinho da equipe após marcar seu gol.
O espetáculo começou em um jogo lento, parecia que seria mais uma vitória magra e sem convencer a torcida, mas com o Sampaio em um sistema totalmente confuso fez com que Rony e Jefferson Nem usassem suas velocidades para construírem um placar elástico. Cerca de 20 minutos de jogo Rony passou pela marcação e na hora do chute foi puxado dentro da área e o juiz marcou sem dúvidas, o time visitante ainda reclamou, só por reclamar mesmo porque o pênalti foi claríssimo. Bergson, depois de muitos jogos voltou como titular cobrou e GOL, abrindo o placar na Arena. E o Timbu não perdeu tempo, logo depois do gol Rony correu e cruzou para Rafael Coelho, o goleiro do Sampaio chegou antes, não conseguiu segurar e GOOL, deixou a bola nos pés de Jefferson Nem que só fez empurrar. O Sampaio ainda tentou chegar, mas o Edgar ficou impedido e não ofereceu muito perigo. O Náutico ainda podia ter aumentado o placar se não fosse à falta de sorte e um pouco de categoria do volante Maylson, ele ficou com o toque de Rony que preferiu não chutar, cortou e deixou o jogador passar no carrinho, chutou dentro da pequena área e praticamente em cima da linha do gol a zaga tirou, era só ter um pouco mais de calma que iria fazer a goleada já no primeiro tempo.

Bergson marca seu primeiro gol após voltar de lesão e o primeiro da partida.
No segundo tempo o time visitante iria ser obrigado a buscar o placar, mas sem a qualidade necessária e a zaga “fraca” fez com que Rony deitasse e rolasse pelos lados. O jogo mal voltou e ele marcou um GOLAÇO, digno de aplausos. Recebeu pela direita, driblou um, passou no meio de dois e tocou na saída do goleiro, depois foi para o carinho dos companheiros, o jogador tem se esforçado pra conseguir marcar e os frutos estão começando a colher. O Timbu chegou à goleada e não parou por ai, antes de marcar o quarto o Náutico teve mais uma chance com Jefferson Nem que chutou em cima do goleiro e perdeu uma ótima chance, poderia ter tocado para o amigo que estava avançando sozinho no lado, mas o instinto de atacante fez com que chutasse. Rony mais uma vez apareceu pelas pontas, avançou, não foi fominha, deixou Rafael Coelho sem goleiro e GOOOOL que só empurrou fazendo o quarto. Acha que parou por ai? Na metade do segundo tempo GOOOOOL mais uma fez, Taiberson cruzou na cabeça do Rodrigo Souza, o goleiro aceitou e ele homenageou filho (a). Depois de ter feito cinco e ter perdido vários gols, o Timbu “deixou” o Sampaio tentar jogar que mal criava. Eles chegaram, em um belo chute que foi no travessão e em uma cabeçada que Júlio César defendeu lindamente digno de ser chamado de paredão. O Náutico poderia ter feito mais um já no finalzinho do jogo, Maylson recebeu um belo passe entre os zagueiros e ficou livre de frente para o goleiro, ele tentou encobrir e a bola passou muito perto da trave, tentou fazer um bonito gol ao invés do feijão com arroz.

Rodrigo Souza marcou e fechou o placar. Foto: Aldo Carneiro
Depois da maior goleada até o momento, o Náutico tem uma dura missão na 5ª rodada, vai enfrentar o Bahia na Fonte Nova, um jogão que vai ser muito louco na terça (31/05). Os dois times tem bons jogadores, sempre fazem um jogo bonito e dessa vez não deverá ser diferente. O Timbu com um time mesclado de jogadores jovens e experientes, o time do Bahia muito bem montado com bastante dinheiro devem fazer o melhor jogo da rodada às 19h15. Assista os melhores momentos: http://sportv.globo.com/futebol-nacional/videos/v/melhores-momentos-nautico-5-x-0-sampaio-correa-pela-4a-rodada-da-serie-b-do-brasileirao/5054845/

Escalação:

Náutico: Julio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Mateus Muller; Gaston, Rony, Maylson e Rafael Coelho; Jefferson Nem e Bergson. Técnico: Alexandre Gallo

Sampaio Corrêa: Rafael; Gedeílson, Eli Sabiá, Luiz Otávio e Guilherme Santos; Daniel Barros, Daniel Amora, Levi, Felipe e Edgar; Max. Técnico: Wagner Lopes

Juiz: Francisco de Paula dos Santos
Assistentes: Maurício Coelho Silva Penna e Leandro Lincoln Santos Neves
Público: 1.546

“Pro Náutico não se torce, pro Náutico se vive. E é isso que nos diferencia.”

Marcus Lamenha // @LamenhaMarcus

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.