Header Ads

Guia da Eurocopa 2016 - Grupo B

Prometendo ser um grupo bastante competitivo e bom de se ver na Eurocopa desse ano, o Grupo B da competição terá as seleções da Inglaterra, Rússia, País de Gales e Eslováquia lutando por uma vaga na próxima fase do torneio. É hora de conhecer um pouco mais sobre essas quatro seleções e como elas estão indo para a disputa. 

Conheça agora um pouco das seleções do Grupo B.
Foto: Wagner Oliveira / Linha de Fundo.
INGLATERRA:

As Eliminatórias da Eurocopa da França foram perfeitas para a Inglaterra, dez jogos e dez vitórias, 100% de aproveitamento, marcaram 31 gols e sofreram apenas 3. A campanha irrepreensível dos Three Lions colocaria os inventores do futebol como um dos principais candidatos ao tão sonhado título europeu.

Colocaria, não fosse o histórico em competições oficiais, os ingleses são a única seleção campeã do mundo que ainda não conquistou uma Eurocopa. A Inglaterra nem mesmo conseguiu chegar a uma final, seus melhores resultados foram as semifinais em 1968, na Itália, e em 1996, quando organizou a competição.


Entre as edições de 1980 até 1992, os ingleses não conseguiram avançar da fase de grupos, sendo que na edição de 1984, não conseguiu nem se classificar para o torneio. O fato se repetiu na edição de 2000, mais uma vez ficando na fase de grupos e em 2008, quando um desempenho abaixo das expectativas deixou os Three Lions fora de mais uma Euro. Em 1996, jogando a Eurocopa em casa, os Three Lions encontraram a Alemanha nas semifinais e deu adeus a competição depois de uma eliminação nas penalidades máximas. A queda em 96 foi à primeira de uma sequência de cinco eliminações seguidas em torneios oficiais (Copas do Mundo de 1998 e 2002 e Eurocopas de 2004 e 2012), todas nos pênaltis.

Os soldados da Terra da Rainha buscam finalmente conquistar o sonho europeu na edição de 2016, na França. Para alcançar o objetivo, os ingleses vão precisar melhorar muito seu desempenho nas fases eliminatórias. Na história da Euro, a Inglaterra só venceu uma vez um jogo de eliminação, foi nas oitavas de final de 96, diante da Espanha, justamente em cobrança de pênaltis, depois de um 0 a 0 em Wembley.

Principal jogador da Inglaterra:


O principal jogador da seleção inglesa para essa Eurocopa será Jamie Vardy, o novo camisa 10 e o astro do atual campeão da Premier League, o Leicester. Não tem muito tempo que Vardy vestiu a camisa da Inglaterra pela primeira vez, porém, já vem mostrando que merece um grande destaque pelas suas grandes atuações.

Expectativa para a Inglaterra

A edição de 2016 será a primeira Eurocopa com 24 seleções na fase principal, com a classificação dos quatro melhores terceiros colocados para as oitavas de final, a Inglaterra não deve ter dificuldades para passar de fase dessa vez. Sorteada para o Grupo B do torneio, os ingleses terão duelos com a Rússia, Eslováquia e o confronto britânico contra o País de Gales.  Com uma geração longe de ser a das melhores, chegar novamente a uma semifinal seria um grande feito, embora ninguém esconda que a conquista do título é a maior obsessão dos Three Lions.

RÚSSIA:

Ao pensar em futebol clássico, sempre lembramos da poderosa seleção da União Soviética que hoje corresponde a Rússia, Ucrânia e outros países menos expressivos.

A seleção nacional jogou pela primeira vez representando a Rússia para disputar a Eurocopa de 1992, onde já estava classificada como URSS. Atualmente os russos não conseguem repetir suas grandes atuações do passado: foram eliminados na primeira fase nas edições de Copa do Mundo de 1994, 2002 e 2014, e não se classificaram para nenhuma Olimpíada desde então.

A seleção Sub-17 russa é bicampeã da Eurocopa Sub-17 (2006 e 2013). Na Copa do Mundo de 1966, a União Soviética terminou em quarto lugar, sendo eliminada pela Alemanha Ocidental na semifinal e perdendo para Portugal na disputa pelo terceiro lugar.


Em Eurocopas a União Soviética é tri-vice-campeã, perdendo a final de 1964 para a Espanha, em 1972 para a Alemanha e em 1988 para a Holanda. O grande feito da seleção da União Soviética foi vencer as Olimpíadas de 1988, vencendo o Brasil (de Romário e Bebeto) de virada.

Principal jogador da Rússia:


O grande destaque da Rússia é o goleiro Igor Akinfeev, ídolo do CSKA Moscou, mas além dele, a seleção também conta com jogadores como Alan Dzagoev (meio campista), Aleksandr Kokorin (atacante) e Artem Dzyuba (atacante).

Comandados por Leonid Slutsky, 4 vezes campeão russo com o clube CSKA Moscou, a seleção se classificou em segundo lugar em seu grupo nas eliminatórias da Euro, perdendo a liderança para a Áustria e ficando na frente da Suécia. A boa campanha da equipe russa (6 vitórias, 2 empates e apenas 2 derrotas). Mesmo sem grandes atuações, a seleção russa e conhecida por ser um adversário frio, assim, como o clima do país.



Expectativa para a Rússia: 



A expectativa é que consigam se classificar para a segunda fase da competição, provavelmente em segundo lugar em seu grupo, pois a primeira colocação deve ser da Inglaterra.

PAÍS DE GALES:

Desde 1958, quando participou da Copa do Mundo e foi eliminada nas quartas, a Seleção Galesa não disputa um grande campeonato. Esta é a primeira vez que o País de Gales se classifica para a Eurocopa e para chegar até esta competição, a seleção de Chris Coleman fez uma campanha digna nas Eliminatórias, foram 6V 3E e 1D que levaram a segunda colocação o grupo B.


Na última convocação do País de Gales, feita na segunda-feira (09), Chris chamou 29 atletas para os cinco dias de treinamento que ocorrerão entre os dias 24 e 29 de maio, em Portugal. Confira a lista:

Goleiros: Wayne Hennessy (Crystal Palace/ING), Daniel Ward (Liverpool/ING) e Owain Fôn Williams (Inverness/ESC).

Defensores: Ashley Williams (Swansea/ING), Neil Taylor (Swansea/ING), James Chester (West Bromwich/ING), Ben Davies (Tottenham/ING), James Collins (West Ham/ING), Chris Gunter (Reading/ING), Adam Matthews (Sunderland/ING), Adam Henley (Blackburn/ING), Paul Dummett (Newcastle/ING) e Ashley Richards (Fulham/ING).

Meio-campistas: Joe Ledley (Crystal Palace/ING), Jonathan Williams (Crystal Palace/ING), Joe Allen (Liverpool/ING), David Vaughan (Nottingham Forest/ING), Emyr Huws (Wigan/ING), David Edwards (Wolverhampton/ING), George Williams (Fulham/ING), Aaron Ramsey (Arsenal/ING) e Andy King (Leicester/ING).

Atacantes: David Cotterill (Birmingham/ING), Hal Rob -Kanu (Reading/ING), Tom Lawrence (Leicester/ING), Simon Church (MK Dons/ING), Sam Vokes (Burnley/ING), Wes Burns (Bristol City/ING) e Tom Bradshaw (Walsall/ING).

Principal jogador do País de Gales: 


Gareth Bale, que não está entre os 29, mas certamente estará entre os 23, é o grande nome da seleção para a Euro. O ponta e meia do Real Madrid, já demonstrou isso durante as Eliminatórias, quando fez 7 dos 11 gols da equipe e apareceu na seleção da competição da UEFA.

Expectativa para o País de Gales:

Apesar de ser a primeira vez dos galeses, a expectativa não é parar na fase de grupos. O País de Gales poderá se classificar para uma próxima etapa, até porque o novo formato da Euro facilita isso. Mesmo se não for o segundo colocado do grupo, poderá ser um dos quatro melhores terceiros. 

ESLOVÁQUIA:


Eslováquia, um pequeno país da Europa central que vem disposto a fazer história novamente, e surpreender em sua primeira participação na Eurocopa. Em 2010 o país de 5,4 milhões de habitantes surpreendeu o mundo ao eliminar a toda poderosa Itália de seu grupo na copa do mundo, chegando as oitavas de de final da competição onde foi eliminada pela Holanda. Empurrada por seu ídolo, Marek Hansik, a Eslováquia vem disposta a mostrar sua força para toda Europa, e chegar as oitavas de finais, o time eslovaco irá jogar no grupo B da competição com Inglaterra, País de Gales e Russia.


Em sua primeira participação na Euro, a seleção obteve sua vaga após uma grande campanha nas eliminatórias da Euro, onde deixou a tradicional Ucrânia na repescagem, sendo classificada junto a Espanha. Na pré convocação, a grande surpresa foi a ausência do atacante Robert Vittek, maior artilheiro da história da seleção por lesão. O treinador Jan Kozak tem até o dia 31 de Maio para convocar os 23 jogadores que em sua maioria atuam fora do país.

Principal jogador da Eslováquia:



Marek Hamsik, ala de 27 anos, considerado por muitos o principal jogador da historia da seleção eslovaca, é o grande destaque do time para surpreender em sua primeira Euro, o jogador do Napoli da Itália é o capitão, e fez história quando conduziu sua seleção a uma inédita oitavas de final da copa do mundo de 2010, quando eliminou a atual campeã Itália.

Expectativa para a Eslováquia:

A expectativa dos eslovacos é brigar por uma das vagas na classificação do grupo, até por ser a primeira participação do país na Eurocopa e por ter caído em um grupo com seleções relativamente do mesmo nível que ela, com exceção da Inglaterra.

Jogos do Grupo B:

1ª rodada:

País de Gales x Eslováquia - Stade de Bourdeaux -  (11/06) - 14h
Inglaterra x Rússia - Velódrome - (11/06) - 17h

2ª rodada:

Rússia x Eslováquia - Pierre-Mauroy - (15/06) - 11h
Inglaterra x País de Gales - Stade Felix Bollaert - (16/06) - 11h

3ª rodada: 

Eslováquia x Inglaterra - Geoffroy Guichard - (20/06) - 17h
Rússia x País de Gales - Municipal de Toulouse - (20/06) - 17h

Produzido pelos colunistas:

Lucas Felipe || @lsouza73 || INGLATERRA
Mateus Segur || @SegurMateus || RÚSSIA
Cássia Gouvêa || @cassiagouvea_ || PAÍS DE GALES
Eduardo Maya || @EduMaya7 || ESLOVÁQUIA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.