Header Ads

Ponte "surpreende" e vence o Palmeiras no Majestoso

Na tarde deste sábado (21), em um Majestoso vazio, os Pontepretanos presentes viram a vitória da "nega véia" por 2 a 1 sobre o Palmeiras.

Em um primeiro tempo intenso, a Ponte mostrou o poder de sua casa e aproveitou os deslizes do Palmeiras para sacramentar a vitória logo na primeira etapa. Destaque para a atuação impressionante dos jovens Ravanelli e Matheus Jesus, assim como do experiente Felipe Azevedo, os condutores da blitz Pontepretana que chegava ao ataque com perigo e conduzia a partida ao resultado construído, um teoricamente fácil 2 a 1.

Sinalizador poderá render punição a Ponte. (Foto: Rubens Cavallarii/Folhapress)
A blitz surtiu efeito e, em uma falta, Ravanelli cobrou na área, Felipe Azevedo subiu mais que todo mundo e botou no fundo da rede alviverde, até aí 1 a 0 Ponte Preta. Após o gol, a Ponte não desistia de atacar e continuava pressionando, fazendo as jogadas principalmente pelo lado esquerdo, quando Reinaldo chegava à linha de fundo e cruzava. Isso ocorreu repetidas vezes até que, em determinado momento, deu certo, Reinaldo cruzou rasteiro e novamente Felipe Azevedo guardou, finalizando o primeiro tempo com o 2 a 0 para a macaca no placar.

Na segunda etapa, o time de Eduardo Baptista voltou com uma proposta bem diferente, defender-se e deixar, na medida do possível, o Palmeiras sem ações ofensivas. Deu certo e, apesar de conseguir segurar a vitória como deveria, a Ponte Preta apresentou um futebol defensivo e muito ruim. Com isso, o Palmeiras não parou de tentar, mas a solidez defensiva da macaca impedia que o ataque palmeirense agisse.

Eduardo Baptista mostrou seu trabalho tático na construção das linhas defensivas com Jeferson e Reinaldo se passando por alas; e de Tiago Alves, que entrou no lugar de Matheus Jesus, e João Vitor fazendo a cobertura dos dois laterais. Desta forma, o time construiu o resultado e trabalhou em cima dele.

Entretanto, como nem tudo são rosas, no final da partida Moisés conseguiu marcar e o Palmeiras fez pressão no final, fazendo a Ponte quase sofrer o segundo e "perder" com o empate em casa.

Na próxima rodada a Ponte Preta fará uma viagem curta e passará o feriado em São Paulo, onde enfrentará o Corinthians.

Ponte Preta: João Carlos; Jeferson, Douglas Grolli, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus (Tiago Alves) e Ravanelli (Cristian); Clayson (Thiago Galhardo), Wellington Paulista e Felipe Azevedo
Técnico: Eduardo Baptista

Palmeiras: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales (Dudu), Jean e Cleiton Xavier; Roger Guedes (Moisés), Gabriel Jesus e Alecsandro (Rafael Marques)
Técnico: Cuca

Local: Moisés Lucarelli, Campinas/SP
Data: 21/05/2016, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP)
Público: 7.061 pagantes
Renda: R$ 233.200,00
Cartões amarelos: Wellington Paulista, Matheus Jesus e Thiago Galhardo (Ponte Preta); Matheus Sales, Tchê Tchê, Thiago Martins e Gabriel Jesus (Palmeiras)
Gols: Ponte Preta: Felipe Azevedo (2)

Palmeiras: Moisés.




Francisco Borja || @BorjaFrancisco_
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.