Header Ads

Chile vence Panamá e avança

No jogo que decidiria a vida de Panamá e Chile na Copa América, os chilenos levaram a melhor. A seleção panamenha foi valente, assustou ‘La Roja’ e conseguiu marcar dois gols nas falhas de Bravo, mas não foi o suficiente e o Chile levou a vaga, vencendo por 4 a 2.

Vidal comemora o triunfo Chileno
CHILE

O jogo, que decidiu a vida do Chile na Copa América, foi mais uma vez bastante dramático. O que não parecia ser tão difícil, visto que o adversário era a seleção panamenha, quase ficou trágico graças à má noite do goleiro Bravo. Os chilenos mais uma vez vieram com três alterações para a partida, Orellana, Pinilla e Hernández deixaram a equipe para as entradas de Díaz, Vargas e Fuenzalida.

‘La roja’ começou tomando um grande susto, já que, com menos de 5 minutos, Camargo bateu de longe e Bravo tomou um frangaço, abrindo o placar para os panamenhos. Mas não demorou muito para que o Chile acordasse e Vargas empatasse o jogo no rebote do goleiro na jogada de Sánchez. Com o empate, a seleção impunha seu ritmo de jogo e mansamente buscava a virada. No final do primeiro tempo ela veio, de novo com Vargas, agora de cabeça.

Vargas marca o seu primeiro gol na Copa América
Com a classificação em mãos, a segunda etapa serviria para passar o tempo e correr para o abraço, certo? Não para Sánchez. Com 4 minutos da etapa completar, o camisa 7 aproveitou o cruzamento o Vargas e acertou um lindo chute, marcando um golaço. A vantagem de dois gols relaxou o Chile, e o Panamá descontou em nova falha de Bravo na cabeçada de Arroyo. E agora, pressão panamenha? Nada disso, chama o Sánchez. Ele aproveitou o cruzamento da esquerda e só tocou de cabeça para dar números finais a partida.

A vitória garantiu a classificação de ‘La Roja’ em segundo lugar do grupo D, atrás da Argentina. Nas quartas de final, o time de Juan Pizzi enfrentará o México, que surpreendeu e foi líder do Grupo C. O confronto está marcado para sábado (18), às 23h, no Levi's Stadium.

PANAMÁ

Camargo sai pro abraço logo no começo do jogo
O Panamá conseguiu começar o jogo exatamente como precisava quando, logo aos cinco minutos, fez o primeiro gol da partida. Entretanto, a equipe acabou sufocada pela pressão chilena, que resultou na virada logo no primeiro tempo. A verdade é que foi difícil ver os panamenhos em campo depois que o placar saiu do 0 a 0, já que, claramente inferiores tecnicamente, a equipe sofreu muito para segurar Vargas, Sánchez e Vidal.

É claro que não podíamos esperar muito do Panamá. Apesar da histórica vitória contra a Bolívia, a seleção já não tinha tanta confiança após o vexame contra a Argentina. A grande arma panamenha foi o goleiro Jaime Penedo, que evitou problemas maiores e mais gols sofridos.

A partida teve um número de chances baixo do Panamá, que pouco conseguiu chegar e teve que se preocupar mais com a defesa. Entretanto, a sorte agiu por duas vezes e Claudio Bravo sofreu dois frangos, diminuindo o placar da derrota. Foi uma eliminação dura para a seleção, mas que precisa ser considerada como aprendizado para os desafios futuros.

Fellipe Vicentini || @_FellipeS
Mariana Sá || @imastargirl
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.