Header Ads

Braga perde em casa para o Goiás e segue no Z4

BRAGANTINO 0 x 1 GOIÁS - Quando a fase não é boa, nada dá certo para um time, ainda mais quando se trata do Bragantino, que coleciona resultados muito ruins na Série B nessas últimas rodadas.

O Massa Bruta recebeu o Goiás no Estádio Nabi Chedid, e diante de 1200 torcedores, saiu derrotado pelo placar mínimo.

Vestiário do Bragantino, minutos antes do início da partida.

PRIMEIRO TEMPO - O Goiás teve a primeira chance do jogo; David cobrou escanteio fechado e Felipe afastou, no rebote ele evitou o primeiro gol em uma grande defesa.

A equipe da capital goiana tinha mais posse de bola e chegava bem pelo lado direito, enquanto o Bragantino sequer chegava ao gol de Renan. A primeira boa chegada do Braga foi em bola longa de Éder Lima para Bruno Pacheco que sem deixar a bola sair pela linha de fundo cruzou e Eliandro cabeceou, mas muito forte.

Para o alívio do Bragantino, o goleiro Felipe estava inspirado e fez boas defesas nos chutes de Léo Sena e Anderson Salles, levando o jogo para o intervalo sem gols.

MUDANÇAS - Toninho Cecílio mexeu bem no time ao mudar o meio-campo, saiu Tartá para entrar Erick e Edson Sitta para entrar Rômulo, que chegou a pouco tempo na equipe mas aos poucos está encontrando seu espaço. A maior dificuldade do Bragantino foi a criação de jogadas; o time não tem nenhum armador de origem, obrigando Cecílio a improvisar no meio.

SEGUNDO TEMPO - Jogando em casa e não conseguindo se impôr, o Bragantino passou a prender a bola no ataque com a presença de Bruno Pacheco, que tentava levantamentos, mas a defesa do Goiás estava bem postada e evitava as boas chegadas do Massa Bruta.

Os primeiros 10 minutos foram muito fracos tecnicamente: meio-campo muito pegado e sem lances ofensivos para abrir o placar, pouca emoção e muita correria.

A primeira chance criada foi por Erick que cruzou para Gabriel Dias cabecear, mas o goleiro Renan do Goiás defendeu. O Bragantino passou a pressionar.

Após cobrança de escanteio, sobra de bola na entrada da área, Erick arriscou o chute de fora da área e até pegou bem, mas a bola acabou desviando para escanteio.

O GOL - Aos 22 minutos do segundo tempo, Léo Sena apareceu na área pela esquerda e cruzou para Rossi desviar para o gol, e assim, colocar o Goiás na frente no placar.

A resposta do treinador Bragantino foi colocar o lateral Alemão, que acabara de voltar de lesão, para tirar Gabriel Dias, e assim, deixar a partida com mais velocidade, o que faltava no momento.

MINUTOS FINAIS - O Bragantino até ensaiou uma pressão, mas não foi o suficiente, pois a defesa Esmeraldina conseguia lidar com o ataque adversário, e numa tomada de bola no meio de campo, Cassiano puxou contra-ataque e ficou na cara do gol, Felipe fez grande defesa e evitou uma derrota ainda pior.

Na sequência, Éder Lima perdeu a bola para Cassiano que chegou sozinho dentro da área, mas Felipe se antecipou com um chutão, evitando outro gol.

CONCLUSÃO - O Bragantino continua com os mesmos erros bobos na defesa; Éder Lima parece inseguro lá atrás, perdendo muito a posse de bola nas divididas; os laterais não tem liberdade de avançar, pois acabam por deixar o time exposto ao adversário; os volantes estão bem, principalmente Edson Sitta que é muito versátil, fazendo sua função tanto na defesa quando no ataque; no setor ofensivo o time ainda é inconstante, já que, apesar de ter bons nomes, ainda não tem bom futebol, e, parece que falta treinamento, pois qualidade não é problema com Claudinho, Eliandro, Erick e Tartá.

O único setor que ABSOLUTAMENTE NINGUÉM pode reclamar é o gol, pois o goleiro Felipe, já consagrado em grandes times no Brasil (Corinthians e Flamengo) mostra o porquê de ser o capitão do time, demonstrando confiança e tranquilidade no jogo com boas defesas, além de ter tentado organizar defensivamente a bagunça de Éder Lima e Rodrigo Sam.

PRÓXIMA RODADA - Na sexta-feira, 24, o Bragantino joga contra o Criciúma, às 19h15 no Heriberto Hülse, em Santa Catarina, para tentar deixar a 18ª colocação na tabela.

Veja os melhores momentos da partida entre Bragantino e Goiás pela Série B

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.