Header Ads

Com gol no fim, Braga deixa vitória escapar no Arruda

O Bragantino conseguiu um bom resultado fora de casa, um empate em 1 a 1 com uma equipe considerada forte, mas nas circunstâncias da partida, não foi um resultado tão bom assim.

Com gol nos acréscimos, o Bragantino deixou escapar a vitória no estádio do Arruda e volta para Bragança Paulista com apenas um ponto na bagagem. 


PRIMEIRO TEMPO - Na etapa inicial, o Bragantino marcou muito bem e não deu espaço para o ataque alvirrubro e levou apenas uma chance de gol do Náutico, onde Jefferson Nem finalizou da entrada da grande área.

O Bragantino também não conseguiu grandes chances de abrir o placar, e quase não chegou ao ataque; o meia Watson perdeu boas chances, levando o jogo para o intervalo ainda no placar de 0 a 0.

ALTERAÇÕES - No tempo livre, Gallo resolveu mudar suas estratégias e resolveu fazer substituições. O Náutico mexeu na equipe, Rodrigo Souza no lugar de Mateus Müller e Tiago Adan no lugar de Renan Oliveira. Já Toninho Cecílio, técnico do Bragantino, não mudou na formação e preferiu o ritmo igual ao apresentado no primeiro tempo, que apesar de calmo, foi ''efetivo'' e ''suficiente'' na visão do professor.

SEGUNDO TEMPO - A estratégia do Massa Bruta (marcar forte e buscar levar perigo em situações estudadas de contra-ataque) levava mais perigo que a da equipe da casa, que procurava ser agressiva e perigosa no quesito ataque.

A proposta da equipe visitante foi cumprida e aos 12 minutos do segundo tempo, o Braga conseguiu abrir o placar: Edson Sitta dominou na ponta esquerda, deixou a bola fora do alcance da marcação e cruzou bem fechado; a bola acabou atravessando a área e sobrando para Watson, que apareceu de surpresa e pós a bola no fundo das redes do time da casa.

Como já era de se esperar, a equipe do Náutico buscou o empate, e Felipe foi bastante exigido em chutes de Bergson e Jefferson Nem, e quando o goleiro do Braga não conseguia defender, a trave ajudava, porém, a bola insistia em não entrar.

Porém, tudo mudaria aos 45 minutos, quando o Braga já saía de campo com os três pontos na mala.

Em chute de longe, a bola tocou a mão de Daniel Pereira, que mesmo sem intenção, acabou cometendo infração e cometendo pênalti, segundo o árbitro. Muita confusão no Arruda.


Depois de atraso por conta do pênalti polêmico, Bergson cobrou no meio do gol para empatar a partida, tirando assim a chance do Braga de deixar a zona do rebaixamento.

A próxima partida do Braga será nessa terça-feira, 21 de junho de 2016 às 21h30 em Bragança Paulista no Estádio Nabi Abi Chedid contra o time do Goiás, adversário muito próximo na posição na tabela.

Mateus Segur || @SegurMateus
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.