Header Ads

Falhas acabam com a invencibilidade vascaína

Depois de 223 dias, sete meses, 34 jogos, o Vasco perdeu sua invencibilidade e voltou a sentir o gosto ácido da derrota.

Sem a estrela Nenê, o Vasco começou a partida tentando se impor no jogo, mas o meio campo não conseguia criar e a defesa não se encontrava num bom dia, na verdade, estava em um péssimo dia. Aos 20 minutos quase saiu o primeiro do Atlético-GO, depois de uma falha absurda do zagueiro Rodrigo, mas por sorte Junior Viçosa chutou para fora.

Foto: Uol

Três minutos depois, em mais uma falha ridícula, dessa vez de Jordi, o Atlético-GO conseguiu chegar ao gol. Em um lance que teoricamente não daria trabalho, Jordi se enrolou e chutou a bola em cima de Junior Viçosa, que dessa vez não desperdiçou. 1x0 para o time de Goiás.

A equipe vascaína conseguiu o empate ainda no primeiro tempo, aos 40', depois da cobrança de falta feita por Julio César, a zaga do Atlético cortou, mas a bola sobrou para Luan que marcou, empatando a partida. Final da primeira etapa, 1x1.

O segundo tempo não foi o esperado, não foi como os torcedores vascaínos haviam se acostumado, não houve uma virada linda, nem ao menos conseguiram segurar o placar, tudo parecia dar errado naquela partida.

Foto: vasco.com.br
Ao som de uma arquibanda gritando "virada!" o time Cruzmaltino foi para cima, conseguiu criar algumas jogadas, mas não concretizou nenhuma. E quem não faz, leva! Para fechar o placar com chave de ouro, tinha que ter mais uma falha da defesa vascaína e mais uma vez ela foi do Rodrigo.

Aos 7 minutos, após cruzamento, Rodrigo furou feio e Viçosa tentou, mas Jordi fez uma bela defesa, porém o rebote sobrou para William que sozinho, marcou o seu, para desespero da torcida vascaína.

Esse foi o triste fim de uma invencibilidade memorável, não chegamos a nos igualar ao Expresso da Vitória, mas não tem que ser o fim! A fase vascaína é muito boa, com 19 pontos, o time carioca ainda é o líder da série B. A torcida precisa erguer a cabeça e apoiar o time para que haja a continuidade dessa campanha sensacional, afinal é na alegria e na dor.

Na próxima rodada, terça-feira, o Vasco recebe o Náutico em São Januário. No mesmo dia, o Atlético-GO visita o Joinville.

Ana Clara Soares (@AnaClaraSoares1)
 
FICHA TÉCNICA

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Cartões amarelos: Gilsinho, Bruno Barra, Jorginho e Júnior Viçosa (ATL); Madson (VAS)
Cartões vermelhos: Júnior Viçosa (ATL)

ATLÉTICO-GO: Marcão; Matheus Ribeiro, Marllon, Lino e Michel; Bruno Barra, Pedro Bambu, Magno (Jorginho - 28'/2ºT) e William Schuster (Ricardo Silva - 45'/2ºT); Gilsinho (Luiz Fernando - 20'/2ºT) e Júnior Viçosa - Técnico: Marcelo Cabo.

VASCO: Jordi; Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Evander - 17'/2ºT), Willian, Andrezinho e Yago Pikachu (Eder Luis - intervalo); Jorge Henrique e Leandrão (Thalles - 24'/2ºT) - Técnico: Jorginho.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.