Header Ads

Éder classifica Itália e Suécia se complica

O Brasil ajudou a Itália a se classificar na Eurocopa. Você deve estar se perguntando como, não é? Graças a um golaço do brasileiro e naturalizado italiano, Éder, os italianos desbancaram a seleção da Suécia e garantiram a vaga para as oitavas de final do torneio antecipadamente. Os suecos se complicaram após a derrota no grupo e tem poucas chances de conseguirem a classificação.

Éder comemora o gol da vitória italiana sobre a Suécia. Foto: globoesporte.com
Itália: Brava e oportunista

Se fosse pra analisarmos quem mereceu mais a vitória, seria difícil dizer. O primeiro tempo das duas equipes foi bem abaixo do esperado, principalmente dos italianos que mal sequer chutaram ao gol de Isaksson. Buffon também não teve que trabalhar, pois só viu um chute da Suécia sair e ela foi pra fora e isso acontecia pela forte disputa das duas seleções no meio de campo.

A Itália teve que melhorar para a etapa final, e isso aconteceu no fim do jogo. Vimos bola na trave de Parolo que deixou a torcida com um gostinho de que poderia vir à vitória, e ela veio nos pés de um velocista brasileiro e jogador da Inter de Milão: Éder. Um golaço. Saiu costurando todo mundo, chegou à cara do goleiro e soltou um torpedo no canto.

A sorte também ajudou a Itália no jogo. Ibrahimovic, o astro sueco e um dos principais jogadores da Eurocopa, perdeu um gol que ninguém costuma vê-lo perder. É fato que ele já estava em posição de impedimento e mesmo se a bola entrasse o gol não valeria, porém, serviu pra mostrar que não era o dia deles.

Os italianos superaram as críticas e foram oportunistas nas chances que tiveram. Souberam aproveitar e considerando o fator "peso na camisa", conseguir a classificação era o mínimo que eles deveriam fazer para honrar a grandeza da seleção italiana. Derrotando as duas seleções mais fortes do grupo, resta pensar agora na Irlanda e é bom vencer para ganhar a primeira colocação logo de vez, e depois, voltarmos nossos olhos para o mata-mata e torcer para continuarmos vendo a brava Itália que estamos tendo o prazer de acompanhar agora.

Elenco italiano comemora classificação com Buffon pendurado nas traves. Foto: globoesporte.com
Suécia: Quando não tem Ibra, os outros 10 não jogam

Em tarde fraca, Suécia e especialmente Ibrahimovic vão mal e se complicam na Eurocopa, e apenas nos momentos finais da partida Éder determinou o fracasso sueco. Um limitadíssimo primeiro tempo sueco mostrou a fragilidade da equipe e principalmente de sua defesa, que sem nenhuma oportunidade italiana continuou a bater cabeça como na primeira partida. Isaksson teve a sorte de não ser exigido pela Azurra.

Na etapa final, o ritmo fraco e limitado foi o mesmo por parte dos suecos, italianos apenas no final martelaram a defesa sueca, que cedeu, e Éder sacramentou a vitória italiana, incontestável vitória italiana.

Os dependentes de Zlatan, eu diria que tiveram certo azar do craque não estar em um bom dia e com este mal dia também se foi quase todas as esperanças de classificação sueca, se sair "prematuramente", já vão tarde, porque a bola apresentada até aqui pelos suecos não convence nem os mais iludidos.

Zlatan Ibrahimovic teve atuação apagada na partida. Foto: globoesporte.com
Wagner Oliveira || @wagneroliveiraf
Francisco Borja || @BorjaFrancisco_
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.