Header Ads

EUA ganham do Paraguai e avança pela 1ª vez de fase na Copa América

EUA e Paraguai entraram em campo hoje buscando a classificação para as quartas de final da Copa América. Jogando em casa e com o apoio da torcida, os EUA precisavam apenas de um empate para avançar de fase.

Estádio cheio para o confronto entre EUA e Paraguai. (Fonte: Twitter Fox Sports)
O jogo na Filadélfia começou com muita velocidade e equilíbrio. Os dois times tiveram chances em cobranças de faltas, mas sem sucesso. O jogo perdeu ritmo, ficando feio e sem nenhum domínio de algum time. Aos 23’, a primeira chance real de gol Norte-americano. Mas não demorou a sair o único gol do jogo. Aos 26’, Zardes fez cruzamento rasteiro, para Dempsey estufar as redes do goleiro Vilar. Depois do gol, esperava-se que o jogo melhoraria, mas não foi o que aconteceu. O jogo esfriou novamente. Aos 41 minutos, o atacante Lezcano foi lançado sozinho na área, mas o goleiro Guzan defendeu. No segundo tempo, o lateral americano Yedlin levou dois amarelos em um minuto e deixou os donos da casa com um jogador a menos. Mas se engana quem pensa que o Paraguai melhorou no jogo. Pelo contrário. Quem quase marcou foi os EUA, através de Zardes, que se atrapalhou na grande área e perdeu a chance de ampliar. Precisando virar a partida, o Paraguai partiu para o desespero, mas sem nenhuma tática. Os Estados Unidos, satisfeito com o resultado, apenas se segurava, sem pensar em ampliar o placar. O Paraguai, enfim chegou com perigo, mas Guzan defendeu duas vezes em único lance. O time paraguaio enfim balançou a rede, mas, em posição de impedimento, a arbitragem anulou o gol de Gómez. O jogo acabou e os Estados Unidos passou de fase, enquanto o Paraguai voltou para casa.

Dempsey comemora mais um gol na Copa América. (Fonte: Twitter USSoccer)
Estados Unidos: Apenas o resultado foi bom

Depois de uma péssima atuação diante da Colômbia e uma boa atuação contra a Costa Rica, o time voltou a jogar mal na noite desse sábado. O time parecia se contentar com um 0x0, e mesmo jogando em casa não parecia querer vencer o jogo. Foram poucas as oportunidades que o time chegou com perigo no gol, e se não fosse o fraco ataque paraguaio, podia ter perdido a partida. No segundo tempo, com a infantil expulsão de Yedlin, o time não teve escolha a não ser segurar o resultado. Mas a apatia Norte-americana preocupa a torcida e o técnico Klismann para a próxima fase. Com a inesperada derrota da Colômbia para a Costa Rica, os Estados Unidos terminou a fase de grupos na liderança do grupo A, agora esperando o segundo colocado do Grupo B (Brasil, Peru ou Equador). Para o mata-mata, a seleção precisa mostrar mais vontade de vencer, além de mais precisão nas finalizações. A equipe precisa encontrar um equilíbrio entre o ataque e a defesa para seguir mais longe na "sua" copa.

Formação inicial dos EUA contra o Paraguai. (Fonte: Twitter USSoccer)
Paraguai: Preocupação com o restante das eliminatórias

Em mais uma atuação fraca, o Paraguai mostrou toda sua falta de capacidade no jogo contra os EUA. Mesmo com um jogador a mais durante um tempo inteiro, o Paraguai ameaçou muito pouco o gol de Guzan. O time demonstrou fragilidade, e falta de criação para ao menos empatar a partida, contra uma seleção americana acomodada na partida. Com a eliminação, os albirrojos voltam para casa depois de mais três atuações fracas. Com apenas um ponto em três jogos e marcando só um gol, o Paraguai sai desmoralizado da competição. Agora, com foco nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. A preocupação é grande, já que o time mostrou ser uma seleção fraca, com um ataque ineficaz e um meio de campo sem criatividade. Se continuar assim, a seleção que hoje está na sétima colocação das eliminatórias, não chegará nem perto de embarcar para a Rússia.

Paraguai bem que tentou, mas não passou de fase. (Fonte: Twitter Albirroja)
Frederico Kuhnen | @fred_metro2002
Linha de Fundo | @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.