Header Ads

Falta de vontade em vencer

Longe de casa, treinador novo, time desfalcado, erro de marcação... Vários pontos que se fizeram negativos no jogo diante do Atlético Mineiro. O placar em 2x1 foi merecido ao adversário que viu pela frente um Corinthians com os mesmos esquemas táticos de que Tite comandava, porém menos ofensivo ainda.

Foto: globoesporte.com
Se pegar os números da primeira etapa, o Corinthians teve cinco finalizações contra três do Galo. A questão é que nenhum desses chutes a gol levou perigo ao goleiro Victor. O Atlético conseguiu ter a incrível marca de 69% de bola durante a peleja, mas não conseguia furar o forte bloqueio Alvinegro Paulista.

A primeira finalização de perigo só veio mesmo no inicio da etapa complementar com Romero. Mas é como aquele ditado: Água mole pedra dura tanto bate até que fura... E furou, Fred e Cazares marcaram para o adversário em dois erros de Pedro Henrique, aliás, o segundo foi uma fatalidade, bola recuada para Cássio, o arqueiro tentou salvar e saiu mal, o equatoriano que não tem nada a ver com isso aproveitou a chance.

O gol de honra veio, mas engana-se que o Corinthians tentou busca-lo. A bolinha só parou no fundo das redes com jogada de Romero e a bola sobrando para Lucca deixar o dele nos minutos finais de jogo.

Talvez o Timão nem merecesse o gol pelo pouco futebol apresentado onde ofensividade não existiu e as finalizações voltam a ser questionáveis. Como um time que treina não chuta ao gol? E se não chutar ao gol não irá sair gol... O problema é que quando chuta, a bola não é direcionada ao alvo...

A culpa não deve ser jogada em Cristóvão Borges que teve seu primeiro jogo oficial com a camisa do Timão. O treinador contou com alguns nomes de desfalques e montou bem uma equipe para ir a campo. O comandante, não tem culpa que o elenco caro é ilimitado a ponto de não conseguir finalizar.

Pedro Henrique saiu de campo chorando, se cobrando muito pelos erros cometidos nos dois gols. Este foi apenas o terceiro jogo do menino da base pelo Timão que se sentiu em dívida pelo que fez. É fato que a culpa do placar negativo foi dele, mas não vejo por onde o garoto mereça ser cobrado ou sacado do time.

A falta de pontaria ou vontade de vencer vem fazendo o Corinthians descer ladeira abaixo na tabela. Estamos em sexto lugar com 16 pontos, a seis pontos do líder, não é hora de se preocupar, dá tempo de correr atrás do prejuízo, porém Cristóvão Borges terá que saber comandar e bem o time milionário do Corinthians, colocar a equipe pra frente e trazer as vitórias. O futebol do Timão precisa encantar o torcedor, todo jogo é um ponto de interrogação na mente de como será a postura dentro de campo. Que vençamos o próximo jogo!

Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.