Header Ads

Guia da Série B 2017


Na décima segunda edição da Série B no formato de pontos corridos, teremos um dos Campeonatos mais equilibrados dos últimos anos e o Linha de Fundo preparou um Guia para você conhecer melhor os times que disputarão esse ano. Antes de falar de cada clube, trouxemos algumas curiosidades do Campeonato.

Curiosidades:

- O primeiro campeão da Série B é o Villa Nova, de Minas Gerais. O time conquistou o título na Série B de 1971 em cima do Clube do Remo.

- O time com a melhor campanha do Campeonato é o Atlético-PR, com 77,3% de aproveitamento, em 1995.

- O Corinthians é detentor do maior número de vitórias, foram 25 em 2008 e também o time que conquistou o maior número de pontos, foram 85 em 2008.


- Dos 5 maiores campeões (Coritiba em 2007 e 2010, Paysandu em 1991 e 2001, Goiás em 1999 e 2012, Paraná Clube em 1992 e 2000 e o Palmeiras em 2003 e 2013), 3 vão jogar a Série B.

- O jogador com o maior número de gols em uma edição é Bruno Rangel, ele marcou 31 gols em 2013, pela Chapecoense.

(Foto: Marcio Cunha)
- Os dois times que mais disputaram a Série B, participam dela novamente esse ano. São eles o Ceará (30 participações) e o CRB (com 27 participações).

- Maior público do Campeonato foi entre Vasco 2x1 Juventude em 2009, quando 81.904 torcedores acompanharam a partida no Maracanã.

Clubes da Série B de 2017: 

ABC Futebol Clube
Alcunhas: Alvinegro Potiguar e Elefante da Frasqueira
Fundação: 29 de junho de 1915
Cidade: Natal, Rio Grande do Norte
Mando de jogo: Frasqueirão (18.000)
Melhor campanha na Série B: 7° colocado (1991)
Temporada 2016: 3° colocado na Série C
Estadual 2017: Campeão
Destaque do time: Felipe Guedes (volante), Gegê (meia) e Erivélton (meia).

O ABC começou o ano de 2017 bem, conquistou o 54° título do Campeonato Potiguar e tem feito boas atuações. Mas o torcedor alvinegro está com os pés no chão e acredita que não há como comparar os campeonatos e para isso precisa melhorar o elenco com novas contratações. A diretoria do Elefante da Frasqueira já anunciou alguns reforços, como o lateral-direito Bocão, o lateral-esquerdo Eltinho, o zagueiro Felipe e o meia Zotti.

América Futebol Clube
Alcunhas: Coelho e Decacampeão
Fundação: 30 de abril de 1912
Cidade: Belo Horizonte, Minas Gerais
Mando de jogo: Independência (23000)
Melhor campanha na Série B: Campeão (1997)
Temporada 2016: 20° colocado na Série A
Estadual 2017: 3° colocado
Destaques do time: Bill e Luan (atacantes)

Rebaixado em 2016, o América-MG vive um 2017 mediano. Com altos e baixos no estadual, foi eliminado na semifinal pelo Cruzeiro. A equipe mineira tem como esperanças, os Bill, e Luan, ex-Palmeiras, e Enderson Moreira, técnico da equipe desde 2016, e que renovou seu contrato nos últimos dias.

Boa Esporte Clube
Alcunhas: Boa
Fundação: 30 de abril de 1947
Cidade: Varginha, Minas Gerais
Mando de jogo: Estádio do Melão (15.471)
Melhor campanha na Série B: 6° colocado 2014
Temporada 2016: Campeão na Série C
Estadual 2017: Em disputa (segunda divisão)
Destaques do time: Radamés (volante) e Fernando Karanga (atacante)

Campeão da Série C 2016, o Boa Esporte começou o seu ano com uma das maiores polêmicas do ano no futebol brasileiro. O clube de Varginha acertou em fevereiro, a contratação do goleiro Bruno, preso pelo assassinato de Eliza Samudio. O ex-goleiro e agora presidiário, disputou apenas cinco jogos pela equipe, quando foi determinado que voltasse à prisão em abril. Com a polêmica contratação, o Boa perdeu todos os seus patrocinadores. Prejuízo enorme para um clube de interior, que hoje disputa pelo acesso no módulo II do Mineiro, e irá brigar contra o descenso no nacional.

Grêmio Esportivo Brasil
Alcunhas: Rubro Negro Gaúcho, Xavante, Trem Pagador
Fundação: 7 de setembro de 1911
Cidade: Pelotas
Mando de jogo: Bento Freitas
Melhores Campanhas na B: 8º colocado (1986)
Temporada 2016: 11º colocado na Série B
Estadual 2017: 10º colocado
Destaque do time: Wagner e Renan Oliveira

Após sofrer um grande desmanche quando comparado ao  elenco do ano passado, os torcedores do Brasil de Pelotas estão apreensivos sobre o futuro do clube. Com uma insatisfação entre torcida e técnico, os próprios Xavantes quando perguntados sobre seu time falam que a permanência na Série B será o objetivo para a temporada e que qualquer posição no meio da tabela será lucro. O time contratou para o início da Série B o lateral Reno de 22 anos, ex-Grêmio além do goleiro do Caxias Marcelo Pitol, e o polêmico Wagner, meia que ano passado disputou a competição usando a camisa do Goiás.

Ceará Sporting Club
Alcunhas: Vozão e Alvinegro de Porangabussu
Fundação: 2 de junho de 1914
Cidade: Fortaleza, Ceará
Mando de jogo: Castelão (66.900) e
Melhor campanha na Série B: 3° colocado (2009)
Temporada 2016: 10° colocado na Série B
Estadual 2017: Campeão
Destaque do time: Raul (volante) e Magno Alves (atacante)

O início do ano no Ceará foi bastante conturbado. Após a eliminação na 1° fase da Copa do Brasil para o Boa Vista, o técnico Dal Pozzo acabou sofrendo ameaças de torcedores, o que deixou o clima insustentável e acabou resultando na demissão do treinador e na contratação do "Rei dos acessos", Givanildo Oliveira. Com a chegada de Giva, o Alvinegro teve uma perceptível melhora e foi Campeão Cearense, fazendo o torcedor ter uma perspectiva melhor da Série B. As recentes contratações acabaram por minar a confiança da torcida com a diretoria. 

Clube de Regatas do Brasil
Alcunhas: Galo e Galo da Pajuçara
Fundação: 20 de setembro de 1912
Cidade: Maceió, Alagoas
Mando de jogo: Rei Pelé (18.000)
Melhor campanha na Série B: 5° colocado (1986 e 1997)
Temporada 2016: 7° colocado na Serie B
Estadual 2017: Campeão
Destaque do time: Chico (meia)

O CRB teve um começo de ano que não agradava o torcedor, mesmo com bons resultados, a equipe acabou sendo eliminada precocemente da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste. Mas o estadual parece ter mudado os ares por Maceió, com o melhor ataque da competição e tendo perdido apenas uma partida (e com time reserva), o Galo demonstrou crescimento. Até o momento, em 26 partidas, o time venceu 14, empatou nove e perdeu três.  Recentemente foram anunciados quatro reforços, sendo três meias (Rodolfo, Erick Salles e Elvis) e um goleiro (Edson Koln).

Criciúma Esporte Clube
Alcunhas: O Tigre de Santa Catarina, Tricolor
Fundação: 13 de maio de 1947
Cidade: Criciúma
Mando de jogo: Heriberto Hülse
Melhores Campanhas na B: Campeão (2002), Vice-campeão(2012)
Temporada 2016: 8º lugar na Série B
Estadual 2017: 3º lugar
Destaque do time: Caio Rangel e Alex Maranhão

O Criciúma teve um início de 2017 meio pacato, terminando em 3º lugar em seu estadual vencendo alguns clássicos, mas não indo muito longe na Primeira Liga, muito menos na Copa do Brasil já que caiu de forma precoce para o Fluminense na 3º fase. Com o elenco e as novas contratações do tigre, o Criciúma espera se manter no meio da tabela, e quem sabe até brigar por uma vaga na Série A.
Figueirense Futebol Clube
Alcunhas: Figueira e Furacão
Fundação: 12 de junho de 1921
Cidade: Florianópolis, Santa Catarina
Mando de jogo: Orlando Scarpelli (19.584)
Melhor campanha na Série B: Vice-campeão (2001 e 2010)
Temporada 2016: 18° colocado na Série A
Estadual 2017: 8° colocado
Destaques do time: Jorge Henrique e Zé Love (atacantes)

Rebaixado na Série A de 2016, o alvinegro do Estreito vem para a Série B deste ano com um time totalmente renovado após realizar um péssimo Catarinense onde não foi rebaixado graças a um erro de arbitragem ao seu favor. Com dez dispensas e doze caras novas no elenco, o Figueirense comandado por Márcio Goiano, tem nos pés de Zé Love e Jorge Henrique, a esperança de voltar à elite do futebol nacional.

Guarani Futebol Clube
Alcunhas: Bugre, Índio Guerreiro
Fundação: 2 de abril de 1911
Cidade: Campinas
Mando de jogo: Brinco de Ouro
Melhores Campanhas na B: Campeão (1981)
Temporada 2016: 2º colocado
Estadual 2017: 6º colocado da A2 paulista
Destaque do time: Fumagalli, Braian Samúdio

Vice-campeão da Série C ano passado, o Guarani é liderado pelo experiente meia Fumagalli para fazer uma campanha visando à permanência na segunda divisão. O time também conta com o atacante paraguaio Braian Samúdio como máquina de fazer gols, e dentre os quatro que subiram, possui o elenco "mais forte" mas não é nada que possa surpreender. A não ser que novamente o futebol nos prove o contrário.

Goiás Esporte Clube
Alcunhas: Verdão, Esmeraldino, Alviverde
Fundação: 6 de abril de 1943
Cidade: Goiânia
Mando de jogo: Estádio Olímpico/Serra Dourada
Melhores Campanhas na B: Campeão (1999 e 2012)
Temporada 2016: 13º lugar na Série B
Estadual 2017: Campeão
Destaque do time: Tiago Luís, Jean Carlos e Marcelo Rangel

Após uma boa campanha na Copa  do  Brasil chegando até a 4º fase, o Goiás mesmo tendo feito a pior campanha de sua história do campeonato brasileiro de pontos corridos ano passado ainda chega como favorito ao acesso esse ano. Campeão estadual, o time vem com um elenco reformulado e recheado de bons jogadores para buscar a vaga na Série A, dentre os destaques estão à muralha Marcelo Rangel, os meias Tiago Luís e Jean Carlos, além do artilheiro Léo Gamalho. Para a Série B são diversos reforços, dois laterais, um zagueiro, dois volantes, e um atacante além de ainda procurar no mercado mais  dois reforços ofensivos.

Sport Club Internacional
Alcunhas: Colorado e Rolo Compressor
Fundação: 4 de abril de 1909
Cidade: Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Mando de jogo: Beira-Rio (51.300)
Melhor campanha na Série B: Primeira participação
Temporada 2016: 17° colocado na Série A
Estadual 2017: Vice-campeão
Destaque do time: D'Alessandro (meia), Victor Cuesta (zagueiro) e Brenner (atacante)

O início do ano do Internacional não foi dos mais fáceis, chegando a correr o risco de ficar fora das fases finais do Gauchão. Mas o time acabou se recuperando e conseguiu chegar à final do estadual, onde acabou perdendo o título para o Novo Hamburgo. O título mascararia alguns dos problemas do Inter, que apesar de tenderem a ficar mais claros na Série B, não devem ser empecilhos para o acesso.

Esporte Clube Juventude
Alcunhas: Juve, Papo
Fundação: 29 de junho de 1913
Cidade: Caxias do Sul
Mando de jogo: Alfredo Jaconi
Melhores Campanhas na B: Campeão (1994)
Temporada 2016: 4º colocado
Estadual 2017: Quartas de Final
Destaque do time: Matheus Cavichioli

Sem muitos jogadores de destaque, e com um forte desmanche após o acesso à Série B, o Juventude vem com um único intuito: Escapar do rebaixamento. Para isso o destaque do Novo Hamburgo, que foi campeão gaúcho eliminando Grêmio e Internacional, e ainda foi eleito melhor jogador do campeonato foi contratado. O futuro do time está nas mãos de Matheus Cavichioli de 30 anos, até agora não foram anunciados mais reforços.

Londrina Esporte Clube
Alcunhas: Tubarão e LEC
Fundação: 5 de abril de 1956
Cidade: Londrina, Paraná
Mando de jogo: Estádio do Café (36.000)
Melhor campanha na Série B: Campeão (1980)
Temporada 2016: 6° colocado na Série B
Estadual 2017: 4° colocado
Destaques do time: Patrick Vieira (meia) e Jonatas Belusso (atacante)

Com boa campanha em 2016, o Londrina espera repetir em partes o feito do ano anterior, só que desta vez com o desejo de carimbar o acesso. Contando com o técnico mais longevo do Brasil, Claudio Tencati que está no clube desde 2011, o Tubarão tem como novidades para a competição, o atacante Jonatas Belusso, artilheiro do Catarinense pelo Brusque, e o meia Patrick Vieira, ex-Palmeiras.

Luverdense Esporte Clube
Alcunhas: Luver e Verdão do Centro-Oeste
Fundação: 24 de janeiro de 2004
Cidade: Lucas do Rio Verde, Mato Grosso
Mando de jogo: Passo das Emas
Melhor campanha na Série B: 9° colocado (2016)
Temporada 2016: 9° colocado na Série B
Estadual 2017: 3° lugar
Destaques do time: Marco Aurélio (meia) e Ricardo (volante)

Apesar de ter sofrido um desmanche, o Luverdense montou um bom time para a Série B, com algumas peças conhecidas, como Douglas Baggio e Marco Aurélio. Foi com um time muito bem organizado que o Luverdense chegou pela primeira vez na final da Copa Verde (ainda em disputa) e é assim que ele pode surpreender na segunda divisão, superando a sua melhor campanha, feita em 2016. Visando a Série B, o LEC anunciou três reforços no último dia 5, sendo eles Rafael Ratão (meia-atacante), Cleo Silva (meia-atacante) e Moisés (meia/lateral).

Clube Náutico Capibaribe
Alcunhas: Timbu
Fundação: 7 de abril de 1901
Cidade: Recife, Pernambuco
Mando de jogo: Arena Pernambuco (45.000)
Melhor campanha na Série B: 2° colocado (1988 e 2011)
Temporada 2016: 5° colocado na Série B
Estadual 2017: Disputa o 3° lugar
Destaques do time: Erick (atacante) e Waldemar Lemos (técnico)

Após bater na trave em 2016 e deixar o aceso escapar mais uma vez nas últimas rodadas, este ano o Náutico não vem em um bom momento. Vivendo um delicado momento financeiro, o Timbu está com os salários atrasados desde janeiro. Uma das estratégias da diretoria foi readequar os salários mais altos do elenco, o que não caiu bem e causou a rescisão contratual de pelo menos quatro jogadores, dentre eles, o zagueiro Ewerton Páscoa, e o meia Marco Antônio. Uma das motivações que pode levantar o ânimo do time é a chegada do novo treinador, o conhecido Senhor Waldemar, que chega para mais uma passagem em meio à crise no clube pernambucano.

Oeste Futebol Clube
Alcunhas: Rubrão
Fundação: 25 de janeiro de 1921
Cidade: Itápolis, São Paulo
Mando de jogo: Arena Barueri (31.452)
Melhor campanha na Série B: 15° colocado (2013 e 2014)
Temporada 2016: 16° colocado na Série B
Estadual 2017: 11° colocado (segunda divisão)
Destaques do time: Leandro Amaro (zagueiro), e Mazinho e Robert (atacantes)

Um dos favoritos ao rebaixamento pelo fraco poder financeiro, o Oeste que disputou a Série A2 do Paulistão e acabou não conseguindo o objetivo do acesso, terminando apenas na 11ª colocação, tem para a Série B como principais nomes os experientes Leandro Amaro, zagueiro, e Robert, atacante, ambos ex-Palmeiras. E no banco de reservas ainda conta com a experiência do técnico Roberto Cavalo, que está na sua quinta passagem pelo clube.


Paraná Clube
Alcunhas: Tricolor da Vila
Fundação: 19 de dezembro de 1989
Cidade: Curitiba
Mando de jogo: Vila Capanema
Melhores Campanhas na B: Campeão (1992)
Temporada 2016: 15º
Estadual 2017: Quartas de Final
Destaque do time: Guilherme Biteco e Renatinho

Mesmo com uma campanha não tão boa em seu estadual, caindo para o rival Atlético Paranaense, o Paraná Clube vem de uma grande temporada na Copa do Brasil conseguindo alcançar as oitavas de final da competição, eliminando o Vitória que atualmente disputa a Série A. Com a chegada de um novo treinador, e contando com um time bem ofensivo, o time quer usar a Vila Capanema para tentar o tão sonhado retorno pra Série A.

Paysandu Sport Club
Alcunhas: Papão da Curuzu, Lobo e Clube do Suíço
Fundação: 2 de feveireiro de 1914
Cidade: Belém, Pará
Mando de jogo: Curuzu (16.200) e Mangueirão (35.000)
Melhor campanha na Série B: Campeão (1991 e 2001)
Temporada 2016: 14° colocado na Série B
Estadual 2017: Campeão
Destaque do time: Emerson (goleiro) e Bergson (atacante)

Depois de uma campanha fraca na Série B de 2016, onde o Paysandu não disputou por nada, a torcida anda cautelosa com as expectativas. Mesmo chegando a duas finais em 2017, tendo conquistado o título do Parazão e ainda disputando o da Copa Verde, com números invejáveis, o torcedor ainda critica muito as atuações em campo e o técnico Marcelo Chamusca. As contratações recentes podem resolver algumas dessas críticas, suprindo alguns setores carentes. É o caso do centro-avante Marcão, dos laterais Pery e Jean e do meia Fernando Gabriel. 


Santa Cruz Futebol Clube
Alcunhas: Tricolor do Arruda e Cobra Coral
Fundação: 3 de fevereiro 1914
Cidade: Recife, Pernambuco
Mando de jogo: Arruda (60.044)
Melhor campanha na Série B: Vice-campeão (1999, 2005 e 2015)
Temporada 2016: 19° colocado na Série A
Estadual 2017: Disputa o 3° lugar
Destaque do time: Anderson Salles (zagueiro), Halef Pitbull (atacante) e Thomás (meia).

Dos que caíram para a segunda divisão, o Santa Cruz é um dos times que mais enfrenta problemas. Um dos maiores deles, para o torcedor tricolor, é Vinicius Eutropio. O técnico da Cobra Coral não consegue impor um padrão tático no time. Além de tudo isso, o Santa deve começar a Série B como começou o ano, fazendo contratações apenas ao longo do Campeonato. 
Vila Nova Futebol Clube
Alcunhas: Tigrão
Fundação: 29 de julho de 1943
Cidade: Goiânia
Mando de jogo: Onésio Brasileiro Alvarenga/Olímpico/ Serra Dourada
Melhores Campanhas na B: 4º colocado (1997 e 1999)
Temporada 2016: 12º na Série B
Estadual 2017: 2º colocado
Destaque do time: Wesley Mattos, Alan Mineiro, Maguinho

O Vila chega pra Série B com um técnico novo, após sofrer uma goleada na final do estadual para seu maior rival, fica claro que o time precisa de reforços. E eles chegaram, pro meio campo o time conta com o meia Alan Mineiro, o zagueiro Guilherme Teixeira e para comandar o time chegou o técnico Hemerson Maria. O time perde um de seus melhores jogadores, o meia Everton saiu de graça por empréstimo para a Tombense, o que faz com que o tigrão tenha como expectativa o meio de tabela, sendo que corre riscos de brigar pela permanência na Série B.

Artur Pinheiro - @arturpinheirom
Cássia Gouvêa - @_cassiagouvea
Patrick Silva - @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.