Header Ads

A teimosia atrapalha: Figueirense não sai do zero contra o Botafogo

Na noite desta quarta-feira (22), o Figueirense foi até a cidade de Juiz de Fora-MG enfrentar a equipe do Botafogo. Em uma fraca apresentação da equipe catarinense, a partida terminou empatada pelo placar de 0x0.

(Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
Ambas as etapas foram fracas, sonolentas, sem nenhuma emoção. Aos 7 minutos da etapa inicial, Ermel tocou de calcanhar para Bady, que chutou para fácil defesa do goleiro Sidão. Aos 16', Fernandes bateu para o gol, mas Gatito defendeu. No lance seguinte, Dudu recebeu passe de Lins, driblou Emerson e invadiu a área, mas bateu pra fora. Aos 36', Lins saiu no contra-ataque, porém foi desarmado. No mesmo lance, a zaga botafoguense errou na saída de bola, Ermel aproveitou, lançou para Dudu, porém o atacante mais uma vez desperdiçou a chance.

Logo no início do segundo tempo, Fernandes cobrou falta na área do Figueira, Emerson subiu e cabeceou tirando tinta da trave e quase abrindo o placar para a Estrela Solitária. A etapa final foi pior que a inicial - pelo lado catarinense. O time morreu. Chegou algumas vezes mas sempre desperdiçando. Assim como Everton Santos, que nos minutos finais teve a bola do jogo e acabou perdendo o gol incrivelmente.

É inaceitável que uma equipe que esteja jogando a Série A do Campeonato Brasileiro tenha um treinador tão burro e medroso - pra não dizer outra coisa - como é Vinícius Eutrópio. A obviedade de suas escalações e alterações é incrível. A insistência nas mesmas ideias que cismam em dar errado é absurda. Eutrópio, meu caro, o senhor é cego? Digo que sim, é cego de amores por Dudu, que rende absolutamente nada há muito tempo, desde sempre.

Temos um time para escapar fácil do rebaixamento, mas do que adianta ter um time se não temos um treinador de verdade? O futuro com Vinícius Eutrópio será longo, frio e muito tenebroso. Rezemos para que o Figueirense perceba quais são as laranjas podres e tome atitude certa antes que seja tarde.

Ficha Técnica - Botafogo 0x0 Figueirense

Data: 22 de junho de 2016
Horário: 21h (horário de Brasília)
Local: Estádio Mário Helênio, Juiz de Fora, MG
Público e renda: Não foi divulgado
Arbitragem: Emerson de Almeida (MG); Pablo Almeida de Castro (MG), Marconi Helbert Vieira (MG)
Cartões amarelos: Ferrugem (FIG)

Botafogo: Sidão, Luís Ricardo, Renan Fonseca, Emerson, Diogo Barbosa; Airton (Octávio), Bruno Silva, Fernandes, Gervásio Nuñez (Ribamar); Neílton, Anderson (Luís Henrique) | Técnico: Ricardo Gomes

Figueirense: Gatito Fernández, Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Ferrugem (Jocinei), Bady; Dudu, Gustavo Ermel (Everton Santos), Lins (Guilherme Queiroz) | Técnico: Vinícius Eutrópio

Patrick Silva | @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.