Header Ads

Mais um empate na conta do Londrina

Após mais uma vitória dentro de casa, tudo com o que o torcedor Londrinense sonhava era a primeira vitória fora. Missão que (obviamente) seria difícil, ainda mais se tratando de um jogo contra uma equipe que consegue jogar de forma parecida à do Londrina e ainda criar boas chances, isto é, já era sabido que o rubrão (tal qual o LEC) gosta de posse de bola, mas ao contrário do Alviceleste, consegue progredir com muito mais facilidade dentro de campo. Tendo em vista este contexto, as equipes se enfrentaram na Arena Barueri.

Foto: Globo Esporte
E o primeiro tempo não teria saído do óbvio com um empate ao seu final e isto de fato aconteceria se as equipes permanecessem jogando como jogaram os primeiros minutos, de forma mais cautelosa e buscando se expor de forma mínima, poucos eram as tentativas mais agudas; prova disto é que a primeira finalização que levou perigo aconteceu aos 15 minutos, quando Marcus Vinícius mandou um belo chute de fora da área. O jogo era brigado e com algumas faltas, as quais o Tuba tentava sofrer próximas à área para ter uma chance mais clara, com bolas aéreas; principalmente pelo time estar desfalcados de três peças, fato que dificultava a vida ofensiva durante a partida. Em uma dessas chances Rondinelly cruzou e Germano completou de cabeça para inaugurar o marcador. Ainda houve tempo para o rubrão levar perigo ao gol defendido por Marcelo Rangel, que fez boa defesa e agradeceu ao ver sua zaga afastar o perigo.

Foto: Globo Esporte/ Germano comemora gol dedicando-o ao filho
Os primeiros minutos da segunda etapa começaram bem para a equipe da casa, que procurava atacar e era freada nas linhas defensivas do Tubarão. O Alviceleste compactava-se para dificultar a progressão ofensiva adversária e manter o perigo longe de sua área, ainda que precisasse cometer faltas. As faltas geraram um grande problema para a equipe de Claudio Tencatti quando Romário chegou atrasado e levou o segundo cartão amarelo, a penalidade que além de levar perigo ao arqueiro Rangel ainda forçou a mudança quase imediata do esquema de jogo: fez Tencatti trocar o K99 por Bidia. A mudança dificultava o ataque do time da casa, pois o rubro negro tentava criar suas chances de fora da área, com a substituição o Londrina subia sua marcação para dificultar tais oportunidades, mas ao mesmo tempo empurrava a equipe de Diniz para as beiradas do campo - nada que não pudesse ser marcado por Léo e Bidia (este entrou fazendo a função de forma mais defensiva, ora cobrindo as tentativas de movimentação de Pacato e Germano, ora segurando os ataques mais lateralizados do adversário).

Com a diminuição de chances mais agudas do adversário, Tencatti mexeu mais uma vez e a fim de dar mais liberdade e maior poder ofensivo ao meio campo trouxe o jovem Marcelinho na vaga de Zé Rafael. Marcelinho tentava implementar as ofensivas Alvicelestes, mas com um homem a menos (principalmente quando se trata de um destaque do time -  a substituição do K99 por um homem de defesa para suprir a expulsão) fica complicado e por tentar criar jogadas, a defesa ficava desguarnecida algumas vezes e mais uma vez Tencatti teve de alterar sua equipe. Desta vez, trazendo a campo o estreante da noite: Fabiano, volante que entrou para cobrir justamente as tentativas de Marcelinho. Não houve nem tempo para Fabiano tentar auxiliar na organização e o time levou um gol, numa jogada confusa em que a bola bateu e rebateu na defesa, sobrando para o atacante Marcus Vinicius marcar e aos 35 minutos dar números finais à partida que terminou parecida com a forma que começou: Placar com números idênticos e dando um ponto a cada equipe.

Oeste (1) x (1) Londrina contou com um público de DESCUBRA torcedores e renda de R$ MIM ACHER.

O rubrão de Fernando Diniz jogou com Felipe Alves (Jeferson Romário), Felipe Rodrigues, Francis (Rafael Rocha) e Bruno Silva; Renan Mota (Matheus Vargas), Francisco Alex, Maurinho e Mazinho, Léo Artur, Marcus Vinícius e Crysan.

Do outro lado, o time de Cláudio Tencatti assim foi escalado: Marcelo Rangel, Romário, Luizão, Matheus e Léo; Germano, Júlio Pacato, Rondinelly (Fabiano) e Zé Rafael (Marcinho); Paulinho Moccelin e Keirrison.

Na próxima rodada:
Oeste x Vila Nova - Arena Barueri - 18/06 às 21 horas
Bahia x Londrina - Fonte Nova - 18/06 às 16 horas

Vitor Guimarães || @VitorBatata3
Linha de Fundo || @SiteLF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.