Header Ads

Mais uma atuação ruim e mais um empate

Quinta partida em casa, e nenhuma vitória, foram 15 pontos disputados, e apenas quatro conquistados (quatro empates), números que indicam um início pífio do Joinville, o pior nos últimos anos em que voltou a Série B (desde 2012). A partida contra o Ceará foi reflexo do que está sendo o Joinville ao todo, um time extremamente limitado, que necessita urgentemente da entrada dos reforços que chegaram (e mais precisam chegar), pois esses pontos que estão sendo desperdiçados aqui vão fazer falta lá na frente, mas muita falta mesmo!

Naldo não tem uma saída de jogo qualificada. Foto: Divulgação/JEC
O primeiro tempo foi de doer os olhos, equipes muito amarradas em campo, a meia cancha estava muito congestionada, fazendo o jogo ser truncado. Tivemos nenhum lance de perigo, aliás, a única coisa a ser dissertada no que se refere (Dilma like this) a bola rolando, foi o gol anulado de Cléo Silva, que realmente estava impedido quando completou de cabeça para as redes o cruzamento de Juninho. O treinador Hemerson Maria ainda se viu obrigado a fazer duas substituições; Pereira e Cléo Silva saíram de campo sentindo, Cléo foi por uma dor muscular, e Pereira foi devido a um choque na cabeça, é quase certeza que ambos não jogam a próxima partida. E foi isso, não tem muito que dizer primeiro tempo sem nada de interessante, jogo feio demais e o 0 no placar.

A segunda etapa não foi lá essas coisas também, mas pelo menos ocorreu a maior alegria que o futebol nos proporciona: O gol! O primeiro do jogo foi tricolor, Juninho pifou Fernando Viana dentro da área, e cara a cara fica fácil, 1x0 para o JEC! Após o gol, o tricolor demonstrou lampejos de ofensividade, mas nada de tão incisivo, já o vozão, se lançou para buscar o empate, e conseguiu em uma bola parada; Ricardinho (aquele ex-JEC) lançou a bola na área, Richardson subiu e deixou tudo igual, 1x1. O tricolor ainda se viu obrigado a fazer mais uma substituição por lesão, Robertinho saiu chorando de campo, ao que tudo indica, fraturou o pé. O Ceará ainda quase conseguiu outro gol em um cabeceio de Bill, mas o arqueiro Oliveira praticou uma grande defesa. E foi isso, fim de papo em um fraco jogo na Arena Joinville, um gol para cada lado e a sina tricolor permanece.

Fernando Viana fez o gol e só! Foto: Divulgação/JEC
Falta ambição de vencer para o Joinville, e essa crítica de agora vai para o técnico Hemerson Maria, que recua o time demais, às vezes precisa de um pouco de coragem, exemplo o escanteio que o adversário vai cobrar, os nossos 11 jogadores ficam dentro da área, por que isso? A passividade do Joinville incomoda muito, tudo bem que precisamos fortalecer o elenco, mas não é necessário qualidade para ter audácia, muitas vezes pode se ver os 11 jogadores do JEC no campo de defesa, mesmo jogando em casa, isso é desanimador, temos que ir pra cima! Fernando Viana fez o gol, mas mais uma vez provou que está muito mal, só que vamos fazer o que? É isso que tem à disposição, então vai ele mesmo. Paulinho Dias fez uma partida horrenda, errando passes fáceis, enfim, precisa melhorar muito, pois a primeira impressão que nos passou não é tão animadora. Mas nem tudo é ruim, exemplo é Diego, que vinha sendo muito criticado (por mim), mas que fez uma partida razoável, bem melhor em relação às outras, porém, precisa melhorar muito, mas muito ainda. E para finalizar, precisamos de um volante que saiba sair jogando, com qualidade no passe, pois Naldo não pode ser o encarregado disso; tudo bem que marca muito, mas o passe precisa sair com mais qualidade, essa deficiência está matando o Joinville.

Confira abaixo a ficha técnica do jogo:

JOINVILLE 1x1 CEARÁ

Local: Arena Joinville, Joinville (SC);
Público e renda: 2.323 pessoas presentes, para uma renda de R$ 26.935,00;
Arbitragem: Paulo Schleich Vollkopf foi quem apitou a partida, ele foi auxiliado por Leandro dos Santos Ruberdo e Marcos dos Santos Brito;
Cartões amarelos: Everton Silva (JEC), Carlos Alberto (JEC) e Fernando Viana (JEC) | Valdo (CSC) e Charles (CSC);
Gols: Fernando Viana (JEC) | Richardson (CSC). Confira os gols da partida clicando aqui;

Joinville: Oliveira | Everton Silva, Ligger, Bruno Aguiar e Diego | Naldo, Paulinho Dias, Carlos Alberto e Pereira (Juninho) | Cléo Silva (Robertinho [Danrlei]) e Fernando Viana | Técnico: Hemerson Maria;

Ceará: Éverson | Tiago Cametá (Marino), Valdo, Charles e Thallyson | João Marcos, Richardson, Ricardinho e Felipe | Alex Amado (Rafinha) e Bill (Rafael Costa) | Técnico: Sérgio Soares.

Cléo Silva saiu sentindo dor muscular. Foto: Divulgação/JEC
Relacionado à falta de qualidade na saída de bola, um volante muito bom nisso já confirmou sua vinda ao tricolor, e trata-se de Bertotto, um volante canhoto, que é vinculado ao Internacional e vem como parte da negociação com Anselmo, sem dúvidas vai agregar muito! O JEC volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar o Paysandu; o jogo ocorrerá no estádio da Curuzu as 19h15. Ocupando 14°colocação na tabela com 11 pontos ganhos, o Joinville viaja para o Pará com a certeza de que Everton Silva, Robertinho, Cléo Silva e Pereira não jogam, ou seja, provavelmente teremos Danrlei improvisado na lateral direta... Seja o que Deus quiser!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.