Header Ads

Náutico não toma conhecimento do Paraná e atropela dentro de casa

Um dia antes do Dia dos Namorados, com promoção pros casais, ingressos baratos e o melhor público da Série B deste ano, o Náutico aplicou uma goleada de 5x1 nos paranaenses. Com um futebol vistoso, bela marcação, muitas roubadas de bola e jogadas bem trabalhadas, o Timbu deixou a comissão técnica e todos os torcedores orgulhosos. Já são cinco partidas invictas e 15 gols marcados nessas partidas, com 18 gols no total é o melhor ataque da competição no fim da 8ª rodada. Os gols que mantiveram o Náutico no G4 foram marcados por Renan Oliveira, Bergson, Jefferson Nem e Taiberson (2).

Taiberson depois de fazer um de seus gols. Foto: Marlon Costa
O primeiro tempo começou a mil como no último jogo, o elenco alvirrubro está bastante focado na filosofia do treinador e buscando o resultado. Logo nos primeiros minutos o Timbu já buscava o primeiro gol, apertando a marcação e o time do Paraná tava quase entregando o ouro. Com bastante jogadas logo no inicio, o Timbu conseguiu até fazer o gol, mas o bandeirinha anulou e estava errado no lance, pois a zaga dava condições. O que não foi problema, logo depois o volante Pitty recebeu e não viu a chegada de Eurico que roubou a bola e tocou pro Renan Oliveira, chutou na saída do goleiro e GOL. O jogo ficou mais tranquilo depois do gol, o Paraná não conseguia passes longos porque a maioria das bolas eram cortadas pelos alvirrubros e quando conseguiam Júlio César estava lá para defender com tranquilidade. O jogo ia passando e o Náutico já mandando na partida, até que teve boa jogada na esquerda, a bola sobrou para Renan Oliveira que chutou errado mal tocando na bola, o zagueiro João Paulo não conseguiu cortar e deixou livre para Bergson fazer o GOOL, só fez girar o corpo e chutar forte sem defesa para o goleiro. Um time taticamente perfeito e tecnicamente bem treinado estava dando gosto de ver o Náutico jogando hoje, um time com garra, toque de bola bom e sem desperdiçar as oportunidades que apareceram.


Bergson comemorou muito o seu gol. Foto: Marlon Costa
Se o Náutico tava bem no jogo? Bem é pouco para falar o quanto estava, no segundo tempo começou a mais mil ainda, mesmo com o placar ao seu favor não queria deixar o time adversário jogar. Maylson logo no inicio, deu um belo drible na lateral do campo, foi até a linha de fundo, tocou no meio da área e GOOOL, Jefferson Nem apareceu feito um foguete e só teve o trabalho de empurrar para fazer seu quinto gol e ser o artilheiro no Timbu na competição. O jogo ficou calmo, mas com o Náutico tocando bola sem deixar o Paraná gostar do jogo, o zagueiro Ronaldo Alves enfim voltou de lesão, entrou pra ganhar ritmo de jogo e foi bastante aplaudido pelos torcedores presentes. O Timbu estava com tudo mesmo parecendo já satisfeito, Júlio César lançou para Renan Oliveira que rapidamente tocou por cima e deixou Jefferson Nem livre pra correr até a área, chegou e parou na frente do marcador, botou na frente e o deixou para trás, chegando à linha de fundo, tocou pro meio e GOOOOL de Taiberson chegando primeiro que a zaga e empurrando pra dentro do gol. E acha que parou por ai? Jefferson Nem evitou a saída da bola, tocou para Henrique que chegou à linha de fundo novamente, tocou para trás e GOOOOOL do Taiberson, o atacante apareceu livre na marca do pênalti e de canhota chutou forte no canto do goleiro. Depois de cinco gols e grande volume de jogo a Náutico recuou e “parou” de jogar, mas estava difícil para o time do Paraná furar a defesa alvirrubra. Até que na falta de atenção do time alvirrubro, Henrique reestreando pelo time paranaense pegou a bola, saiu cortando e ficou de frente pro Júlio César onde fez o gol de honra dos visitantes.

Os companheiros de Nem os parabeniza pelo seu gol. 
As laterais foram a ponte da vitória alvirrubra na Arena, com dois pontas rápidos e em grande tarde, eles fizeram a diferença e todos os atacantes fizeram gols nessa partida mostrando o motivo de ser o melhor ataque na competição e não a dependência de um homem só. Agora o Náutico vai enfrentar o atual líder, o Vasco, no Rio de Janeiro na terça (14/06) às 19h15 no horário de Brasília.

Escalação:

Náutico: Júlio César; Joazi (Ronaldo Alves), Rafael Pereira, Eduardo, Henrique; Eurico, Maylson (Gustavo Henrique), Renan Oliveira; Taiberson, Bergson (Tiago Adan) e Jefferson Nem. Técnico: Alexandre Gallo

Paraná: Marcos; Leandro Silva, Pitty, João Paulo, Fernandes; Basso (Diego Tavares), Uchoa, Marcelinho (Henrique), Válber; Lúcio Flávio, Robson. Técnico: Claudinei Oliveira

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza.
Assistentes: Ricardo Pavanelli Lanutto e Aílton Farias da Silva.
Público pagante: 9.289
Renda: R$ 144.375

“Tua força e tua garra fascina e seduz”

Marcus Lamenha // @LamenhaMarcus

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.