Header Ads

Quem segura o bonde sem freio do Éwerton Maradona?

Após primeiro tempo fora dos planos, Thiago Oliveira arrumou a casa e no segundo tempo marcou os dois.

(Éwerton Maradona comemorando o gol que abriu a porteira dos cariocas/Foto:Globoesporte.com)














Primeiro tempo ruim e fora dos padrões:

A "nova" Caldense teve um primeiro tempo de "velha", um time apático e com sérias dificuldades de criação como no Campeonato Mineiro. Os laterais sofriam na marcação e eram bastante xingados pelos veteranos que no estádio estavam. Apesar das dificuldades, o 4-4-2 era a única coisa que funcionava no setor defensivo, tanto que Neguett teve trabalho em apenas uma oportunidade.

Tempo outro, "time novo":

Apesar de um início de segundo tempo ainda abaixo, o time da Caldense voltou com firmeza e postura ofensiva, já do outro lado o Boavista passava por sérias dificuldades de ultrapassar a defesa do mandante e apenas trocava passes atrás.

A partir dos quinze minutos do segundo tempo com a entrada de Edu, a Caldense passou a realmente dominar o jogo, martelar a defesa do Boavista que se segurava como podia e esforçava-se para sair de Poços com um bom resultado. Apenas no final, a porteira dos cariocas abriu e lá toda a boa partida do time de Saquarema foi para o espaço, Álvaro abriu o placar, e em seguida, Maradona fechou a conta e convocou os jogadores para formar o seu "bonde" e rumar a Caldense para mais uma vitória na semana que vem contra o Audax. É amigo... À resposta para a pergunta do título é ninguém segura, time encaixado e fechado, parabéns para o Thiago pelo ótimo trabalho até aqui e não deixaremos de cantar por ti Veterana. 

(Tabela do grupo A13 da Série D do Campeonato Brasileiro/Reprodução do Facebook oficial da Associação Atlética Caldense)
Arriba Caldense!

Ficha técnica:

Caldense-MG: Neguett, Patrick, Marcelinho, Paulão; Murilo, Álvaro, Michel (Guilherme Noé) Ramon (Edu), Éwerton Maradona; Tito (Raí) e Léo Guerreiro; Técnico: Thiago Oliveira
Cartões Amarelos: Michel e Tito

Boavista-RJ: Gabriel, Carlinhos, Vitor, Anderson, Isack; Fugão, Tiago Silva (Bernardo), Juninho (Jonathan), Faísca; André Luis e Caio; Técnico: Régis Amarante
Cartões Amarelos: Caio

Público: 896
Renda: R$11.990

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.