Header Ads

Rafael Vaz e Réver são as novas apostas para a zaga

Desde o início do ano a diretoria rubro-negra estava atrás de um zagueiro para reforçar o setor mais fraco do time. Seis meses depois, após o setor acumular muitas falhas, com uma falta de planejamento enorme, enfim a diretoria anuncia os reforços.

O ex-vascaíno Rafael Vaz sendo apresentado a torcida do Flamengo no Ninho do Urubu. (Foto: Gilvan de Souza)
O primeiro a ser apresentado foi o ex-Vasco Rafael Vaz. O zagueiro foi apresentado no Ninho do Urubu na quarta-feira (08/06) dois dias após terminar seu vínculo com o Vasco da Gama. O zagueiro fez seu primeiro treino ainda na quarta e já se colocou a disposição para enfrentar o Figueirense, no domingo.

O outro reforço para o setor é o ex-Internacional Réver, que chega por empréstimo até o meio de 2017. Ele se apresentou ontem (09/06) no Ninho do Urubu e em sequência fez trabalho leve na academia. A diretoria corre para inscrevê-lo ainda hoje e deixá-lo a disposição de Zé Ricardo para o jogo desse domingo. 

Zagueiro Réver vestindo a camisa rubro-negra em sua apresentação no ninho do urubu. (Foto: Gilvan de Souza)
Opinião: Dois reforços que se juntar não dá um. O superestimado Rodrigo Caetano parece ter parado no tempo, assistindo os jogos de 2010, 2011 e 2012 e achando que os atletas de nível alto naqueles anos ainda rendem a mesma coisa hoje em dia. A diretoria ficou seis meses falando que buscava um zagueiro de velocidade para jogar ao lado do Juan, e Réver, 31 anos, não é nem de longe esse zagueiro. Um ex-jogador em atividade que acumula lesões na sua carreira não pode vir com grife do grande e esperado reforço rubro-negro.

Se o Réver, que tem certo renome, não pode ser considerado o grande reforço, imagina o mediano Rafael Vaz. Zagueiro que teve certa notoriedade no Ceará, mas ficou famoso no Vasco por marcar meia dúzia de gols em três anos. Entre 2013 e 2016, período que defendeu o alvinegro, ele foi reserva na maioria do tempo. Além de ser um jogador mediano ele vem do maior rival do Flamengo (fez até gol de título pelo Vasco) o que é um agravante para sua questionável chegada.

A torcida rubro-negra esperou impaciente - e vendo o setor defensivo falhar em todo jogo - durante seis meses por um reforço e a diretoria, novamente, decepcionou. Os nomes apresentados não são nem de longe os grandes reforços, mostrando a incompetência dos diretores. Dinheiro tem, Bandeira de Mello vive batendo no peito por isso; mas ao invés de gastar um pouco mais, preferem trazer jogadores de graça mesmo que não tenham nível para serem titulares. Se parassem para observar por um minuto a Libertadores, eles veriam que o que não falta é zagueiro bom e barato.

Rafael Vaz deve estrear já no domingo, contra o Figueirense no Orlando Scarpelli. A diretoria corre para inscrever Réver a tempo para essa partida, porém, mesmo se conseguirem, Réver não deve ser titular, pois ainda precisa melhorar a forma física. A torcida do Flamengo ainda espera o prometido - e tão sonhado - reforço para a zaga, enquanto isso vão torcendo para que Réver reencontre sua melhor forma e que Rafael Vaz dê certo no Flamengo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.