Header Ads

Uma virada na raça e continuamos 100% dentro de casa

Então torcedor carvoeiro mais uma vitória em casa e essa foi teste pra cardíaco hein, Cavalo mais uma vez esta com a gangorra lá em cima fez boas trocas que mudaram o jogo, será que vamos subir? Isso só o tempo dirá.


Bom, vamos ao que interessa O JOGO foi uma partida tecnicamente feia diferente do placar amplo, o Criciúma teve varias chances claras para abrir o placar mas o velho problema carvoeiro de sempre a falta competência na hora da finalização, algumas falhas da zaga resultaram nos dois gols do Bahia, destaque aqui para Juninho que entrou no segundo tempo e movimentou a partida, dois gols do Criciúma foram na especialidade do time bola parada, o outro gol do Criciúma saiu de uma falha da zaga e da competência de "GustaGol", sou obrigado a elogiar ele, desde que chegou ao tigre vem evoluindo de forma acelerada, se tornou um jogador muito veloz, finalizador e cabeceado. O time carvoeiro venceu na raça como sempre e mostra sua força dentro de casa mais uma vez.

Critica construtiva para Elvis


Elvis o que falar desse jogador? Seus números são ótimos, ele foi o artilheiro do time no catarinense e vem fazendo muitas assistenciais esse ano, porém ele acha que é o dono do time, pela segunda vez nessa Série B errou pênalti e esta errando muito nas bolas paradas, sem ele não mudar talvez tenha que esquentar um pouco o banco.

Ficha técnica para Criciúma 3x2 Bahia

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 14 de junho de 2016, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Cartões amarelos: Raphael Silva (Criciúma); Renato Cajá, Feijão, Moisés e Luisinho (Bahia)
Cartão vermelho: Gustavo (Criciúma)

Gols:
CRICIÚMA: Gustavo, aos 13 e aos 30, e Hélio Paraíba, aos 37 minutos, do segundo tempo.
BAHIA: Hernane aos 41 minutos do primeiro tempo; Moisés aos 15 minutos do segundo tempo.

CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan e Marlon; Barreto (Juninho), Douglas Moreira e Elvis (João Afonso); Roberto (Hélio Paraíba), Gustavo e Niltinho Técnico: Roberto Cavalo

BAHIA: Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Jackson e Moisés; Feijão, Juninho, Danilo Pires (Zé Roberto) e Renato Cajá (Régis); Thiago Ribeiro (Luisinho) e Hernane Técnico: Doriva

"[...] Não desistir até o jogo acabarE ter a certeza que podemos cantar. Outra vez na primeira o tigre estará".

Gabriel Frello - @gabrielcec__

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.