Header Ads

Vitoria empata com Botafogo em jogo de seis pontos

Foto: ECVitória/Divulgação
Botafogo e Vitória se enfrentaram em Volta Redonda no Rio de Janeiro e reeditaram duelo da Série B 2015. Pode não parecer um confronto direto uma partida ainda na sétima rodada do Brasileirão Série A 2016, mas entendemos que foi um jogo de seis pontos, tal o equilíbrio dos clubes e dos elencos.

RESUMO

Mancini ontem cometeu um erro clássico, pois uma coisa é Amaral aparecer de surpresa para finalizar e ou tentar "construir", outra é posicionar um jogador sem características físicas e técnicas para construir jogadas.

O Vitória que jogava no 4-1-4-1 sem a bola e com a bola subia para o 4-3-3 com triângulo invertido, tinha em um dos tripés Amaral e no outro Flávio e depois Real. Amaral posicionado para tentar armação de jogadas foi uma formação de barra de Mancini que se mostra indeciso sobre retirar o mesmo do time.

Pois como um atleta sem mobilidade, com fundamentos técnicos bem limitados, sem velocidade, que pensa pouco, vai conseguir fazer a bola circular com rapidez e qualidade, vai aproximar para tabelas rápidas e criação de espaço com arrancadas? São características exigidas, quando o atleta já está posicionado no setor e muitas vezes marcado.

Voltando ao jogo, uma partida fraca e de muitos erros táticos e técnicos, os clubes alternavam erros de passes. O Vitória com um buraco entre a linha de defesa e a linha de meio campo, mas o Botafogo errava o ultimo passe. Por outro lado, o Vitória não se aproveitava de falhas individuais e de posicionamento da primeira linha do Botafogo.

O que se notava, era que o gol de um lado ou de outro, poderia sair a qualquer momento. O time de Mancini não precisava entrar com aquela estratégia de jogo, pois, o Botafogo era o desesperado naquele momento e mais uma vez o Vitória não aproveitou sua melhor condição, apesar de não ser tão melhor assim.

Botafogo abriu o marcador em falha individual do Vitória na bola parada de corner. Renan deixou o rapaz desviar a bola em sua frente, ele estava dormindo, já Amaral viu o atacante sair de trás dele e fica assistindo ao lance, rezando. No gol do Vitória também houve uma falha individual do Botafogo, bom para nós que Victor Ramos aproveitou.

Alguns jogadores dispersos, Farias tentando se multiplicar no meio campo, Dagoberto foi bem e conseguiu duas assistências boas para Kieza. Marinho em sua cruzada tentando ser o herói, delegando bolas bobas ainda no nosso campo de defesa sem necessidade nenhuma.

Vander não passou bola pra Kieza, Marinho e Domingues, só as que não tem jeito mesmo. Marinho não enxerga ninguém quando tem a bola, gasta energia atoa em faixas de campo que basta tocar e passar e aparecer como opção.

Presidente do clube precisa intervir, pois acho que já fugiu do controle de Mancini algumas questões de elenco.

É isso aí galera!

Seja Sócio SMV!

Por @AdsonPiedade

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 VITÓRIA

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 12 de junho de 2016, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Renda: R$ 28.340,00
Público: 1.203 pagantes
Cartões amarelos: Anderson Aquino, Sassá e Airton (Botafogo); Marinho (Vitória)

Gols:
BOTAFOGO: Sassá, aos 6min do segundo tempo
VITÓRIA: Victor Ramos, aos 46min do segundo tempo

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Aírton (Fernandes), Bruno Silva, Gegê e Leandrinho (Salgueiro); Anderson Aquino e Ribamar (Sassá). Técnico: Ricardo Gomes

VITÓRIA: Fernando Miguel, Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral (Alípio), Willian Farias e Flávio (Tiago Real); Dagoberto (Vander), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.