Header Ads

A crise de identidade do Santa Cruz

O que "tá" acontecendo pai? (Fonte: Humorama.com)
O que está acontecendo com o Santa Cruz? Nem mesmo os torcedores mais calejados, os comentaristas esportivos ou os próprios jogadores conseguem explicar. A equipe que já passou mais de 16 partidas invictas no ano, deu lugar a um time que tem a irregularidade como principal característica. O tricolor sofreu a quarta derrota para um adversário direto na luta contra o rebaixamento, sendo que destas, três foram como mandante (Sport, Ponte Preta e Coritiba respectivamente).

Ultimamente, assistir jogo do Terror do Nordeste é no mínimo incerto. Nunca se sabe qual Santa Cruz entrará em campo: O TIME que explora as jogadas rápidas apresenta compactação entre as linhas e que coloca o adversário na roda, com passes seguros e precisos, ou o que é afobado, pouco criativo e que mais parece BANDO em campo. Infelizmente, para a tristeza dos pouco mais de 10.000 tricolores que compareceram ao mundão do Arruda, foi o bando que entrou na cancha.

A bola rolou e o que foi visto em campo não agradaria nem o mais otimista torcedor. Sabe quando você vai bater um racha com a rapaziada e chama um monte de desconhecido só para completar o time? Ninguém sabe quais as virtudes do outro, se são destros ou canhotos, ou se preferem bola no pé ou esticada. A única certeza é que se jogar a bola para frente, alguém deve chegar. Então, essa é uma perfeita analogia para o futebol que foi apresentado ontem.

Para complicar ainda mais a situação, Milton Mendes só fez bobagem: Foi covarde ao iniciar o jogo com dois volantes, até porque o Coritiba se destaca muito mais pelo poder defensivo e era um confronto direto, caramba! Põe o time para frente! Depois, por ter feito substituições equivocadas e que prejudicaram ainda mais o baixo rendimento da equipe. Porque danado colocar Danilo Pires que só sabe marcar, no lugar de Arthur, mesmo com a desvantagem no placar? Achou que 0x1 estava bom? Não consigo entender.

Somando a apatia do time e aos erros de Milton, o Coritiba veio muito bem armado para a partida: estabeleceu seu ritmo de jogo, neutralizou nossos ataques e só não ampliou o placar graças ao paredão Tiago Cardoso, que ainda defendeu pênalti.

Em suma, foi uma das piores partidas do Santinha na competição. A irregularidade vem sendo o principal problema da equipe e se já ficava difícil estabelecer prognósticos para as próximas partidas, imaginem para todo o torneio? Resta-nos acompanhar jogo após jogo e torcer para que o TIME entre com mais frequência em campo.

Por: Matheus Dantas || Twitter: @Matheusdantas08

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.