Header Ads

A venda do clube, novo treinador e o mercado do Milan até aqui

Após a derrota do Milan para a Juventus na final da Copa Itália (0x1), todas as atenções no clube foram voltadas para a os bastidores, que seriam quentes.

VENDA DO CLUBE: Logo na primeira semana, Berlusconi participou de três reuniões, nas quais a venda do clube era o tema. Quando o acordo se aproximava, o ex-primeiro ministro teve um infarto e foi submetido a uma cirurgia, deixando assim a venda do clube em aberto. 

Stress e insônia foram os principais causadores do infarto do Presidente
Logo após a cirurgia, que foi um sucesso, em sua primeira entrevista o presidente do clube disse: "Vendi o clube para alguém que consiga "reviver" o Milan. Cheguei a um acordo com um grupo chinês, serão investidos €400M em dois anos".

Existiu o acordo, mas não se sabia nomes e valores. A princípio, a venda do clube seria selada no dia 13/07, mas foi adiada por motivos pessoais do italiano, sendo assim, se espera que a assinatura da venda seja confirmada no dia 22/07.

Nesta sexta-feira, 15/07, a CCTV (China Central Television) anunciou que Robin Li Baidu comprou 70% do AC Milan por $437M. A Fininvest, empresa de Berlusconi, negou que a venda está fechada, mas é certo que já existe um acordo.

TREINADOR:

Muito se especulou após a saída de Mihajlovic do cargo. Brocchi parecia insustentável, mas poderia ficar em definitivo; Di Francesco, que tem bom trabalho no Sassuolo, poderia aceitar o cargo; De Boer e seu ótimo futebol apresentado no Ajax também foi citado. Enquanto isso, com dois dias o Milan acertou com o ex-atacante e ex-treinador da Roma, Vicenzo Montella.


Com a chegada de Montella, se inicia uma nova onda de especulações e, em seu primeiro dia como um rossoneri, ele já foi polêmico. Perguntado sobre o ataque do Milan, que fez poucos gols na temporada 15/18, Vicenzo disse: "Lapadula é ágil, será utilizado, Niang pode produzir mais que produziu temporada passada". Desta forma, ele uma vaga no ataque.

MERCADO:

Dos nomes que Montella citou, ele "esqueceu" do artilheiro do Milan na última temporada: Carlos Bacca. O colombiano marcou 20 gols e mesmo assim pode sair. Vicenzo quer um ataque com mobilidade e, na visão do treinador, Bacca não consegue isso. West Ham, Arsenal e Atlético de Madrid já demonstraram interesse no atacante de 29 anos, que vale €30M.

O Milan já começou as negociações com jogadores do perfil de Montella. Vázquez, jovem jogador do Palermo, está no radar rossonero há muito tempo, mas deve ir ao Sevilla. Já Marko Pjaca não se tem certeza, mas deve ir à Juventus.

Marko Pjaca
Pjaca preferiu ser reserva na Juve que ser titular no Milan.
Sosa, meia do Beşiktaş também interessa ao clube e tem o valor de cinco milhões de euros no mercado, mas só existe especulação. Arbeloa, ex-Real Madrid, também pode chegar a Milão. O jogador chegaria de graça com o contrato de um ano. Segundo o jornalista Gianluca DiMarzio, ele chegaria para dar o espírito de "vencedor" aos jogadores do elenco.

De concreto, existe a negociação do Milan com Musacchio, do Villareal. O zagueiro argentino vale 30 milhões de euros e Adriano Galliani está em Barcelona negociando com ele e seu empresário.

Nos outros setores, o Milan renovou com Zapata por três anos após sua boa Copa América. Junto à notícia, foi informado que o colombiano sofreu uma contusão no pé e deve ficar fora por três meses.


Com 48 dias de mercado em aberto, muita coisa pode acontecer no Milan, muitos jogadores chegarão e sairão, tudo é uma questão de dinheiro no clube.

Por: @acm_vinicius

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.