Header Ads

Botafogo e Flamengo empatam em clássico eletrizante

Botafogo e Flamengo enfrentaram-se na tarde deste sábado (16), em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico inaugurou a nova casa do Alvinegro, a Arena Botafogo. Movimentada, a partida terminou empatada (de novo) em 3 a 3. Com o resultado, o Glorioso agora soma 17 pontos e segue, por ora, fora da zona de rebaixamento. A equipe só volta a jogar no próximo domingo (24), quando enfrenta a Chapecoense fora de casa.

Salgueiro, autor de golaço, garantiu o empate (Foto: Vitor Silva/ SS Press/ Botafogo)
O JOGO

Botafogo e Flamengo fizeram um jogo bem movimentado. O Rubro-Negro tentou comandar as ações iniciais, mas o Alvinegro logo equilibrou. Aos 13 minutos, Camilo bateu escanteio e Rodrigo Lindoso, de cabeça, acertou a trave. O Botafogo passou a dominar o jogo, trabalhando bem a posse de bola. Mas aos 23 minutos, quem abriu o placar foi o Flamengo. Mancuello cruzou na área, Guerrero dominou meio esquisito a bola, que subiu. Everton então aproveitou e fuzilou a rede do goleiro Sidão. Flamengo 1 a 0. O gol não abalou o Glorioso, que aos 33', empatou a partida. Airton aplicou um lençol em Willian Arão e a bola sobrou para Rodrigo Pimpão, que logo tocou para Luis Ricardo. O lateral deixou a bola passar por Sassá, que viu Diogo Barbosa livre para arriscar e fazer um belo gol em bomba perto da entrada da área. Tudo igual na Arena. Aos 44', o Botafogo teve a chance de virar o jogo. Pimpão recebeu de Camilo e chutou. A bola foi para escanteio. Aos 47', o primeiro tempo chegou ao fim.

O Flamengo voltou do intervalo com mais ímpeto e veio em busca do segundo gol. E ele saiu. Aos 11 minutos, Bruno Silva deu bobeira e perdeu a bola para Jorge, que avançou e marcou. Sidão ainda tocou na bola. No minuto seguinte, Rodrigo Pimpão pediu para sair e foi substituído por Neilton. Aos 18', foi a vez de Canales estrear ao entrar em campo no lugar de Sassá. Aos 20 minutos, o Flamengo poderia ter ampliado. Mancuello levantou bola na área e Guerrero, livre, quase debaixo da trave, cabeceou para fora. O gol do peruano, no entanto, não demorou a sair. Aos 22', após nova falha individual, dessa vez do zagueiro Emerson Santos, Guerrero aproveitou roubada de bola de Everton e fez o terceiro gol dos visitantes. A sensação era de que o Flamengo venceria com facilidade.

Aos 26 minutos, Salgueiro entrou no lugar de Bruno Silva. Aos 34', Airton levantou bola para Luis Ricardo, que cruzou para Neilton só empurrar para o gol. O Botafogo diminuiu. Aos 37', o Glorioso empatou. Camilo disparou pela esquerda, tocou para Salgueiro, que girou bonito e finalizou. Golaço do uruguaio. O Alvinegro, muito mais confiante, veio para cima do Flamengo em busca da vitória. Mas aos 46', Canteros assustou ao finalizar mirando o ângulo. E foi isso. Jogaço de seis gols.

OBSERVAÇÕES

A raça do Botafogo nos minutos finais foi contagiante, mas os gols bobos que o time levou por causa de erros individuais frustraram bastante.

Méritos para Ricardo Gomes, que hoje, mexeu com maestria. Neilton e Salgueiro entraram e garantiram o empate. Sobre o uruguaio, é interessante notar que, aparentemente, ele vem numa crescente. No meio de semana, foi responsável direto pelos gols sobre o Bragantino. Hoje, fez um bonito gol que evitou a derrota. Foi o primeiro gol dele com a camisa do Botafogo. Que isso traga confiança ao bom jogador!

A Arena Botafogo foi fundamental. Aproximou time e torcida. Será o trunfo do Alvinegro nessa temporada. Precisamos transformá-la em um caldeirão. Lamento a postura de alguns bobos que arremessaram objetos em campo. Isso com certeza será relatado na súmula do jogo. É torcer para que o Botafogo não perca mando de campo, por exemplo.

O Botafogo levou gols bobos, oriundos de falhas individuais. E não é a primeira vez que isso acontece.

Bruno Silva NÃO TEM CONDIÇÕES de ser titular. É fraco, displicente.

Canales entrou em campo. É dar tempo ao tempo e torcer para que ele encaixe no time. Adquirindo ritmo, tem tudo para dar certo.

FICHA DO JOGO

Botafogo 3
Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos, Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva (Salgueiro), Rodrigo Lindoso, Camilo; Rodrigo Pimpão (Neilton), Sassá (Canales). Técnico: Ricardo Gomes.

Flamengo 3
Alex Muralha, Pará, Réver, Juan, Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello (Fernandinho), Everton (Cuéllar); Marcelo Cirino (Canteros), Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Estádio: Arena Botafogo (RJ).
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP).
Assistentes: Danilo Ricardo Simon (SP) e Alex Ribeiro (SP).
Gols: Everton (23' do 1º T), Diogo Barbosa (33' do 1º T), Jorge (11' do 2º T), Guerrero (22' do 2º T), Neilton (34' do 2º T), Salgueiro (37' do 2º T). 
Cartões amarelos: Airton e Emerson Santos (Botafogo); Everton, Jorge, Fernandinho e Guerrero (Flamengo).
Público: 11.692.
Renda: R$ 391.830,00.

Por: Gabriel De Luca (@biel_dluca).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.