Header Ads

Com gol de pênalti, Bragantino perde para o Paraná

Novamente uma tristeza que aos poucos se tornou parte do cotidiano do torcedor do Braga: a derrota. Já é mais que a hora de mudar, mas clube todo é incompetente e segue não se importando com o que ocorre com o Bragantino. O torcedor que sai de casa para assistir o time apenas perde seu tempo ao ver esse time sem vontade alguma. Sem mais delongas, vamos ao que aconteceu durante a partida. 


Bragantino x Paraná
A PARTIDA - Nesse sábado (2), o Bragantino recebeu o Paraná em casa, no Estádio Nabi Abi Chedid, às 16h, pela 14ª rodada da Série B 2016 e a pouca torcida que compareceu se arrependeu de ter comprado o ingresso. Marcelo Veiga escalou o time com o tradicional 4-4-2, que já vem sendo utilizado nas partidas do Braga há muito tempo. O sistema ofensivo de Veiga parecia funcionar, porém, como já era de se esperar, o meio-campo é muito pífio, sem nenhum armador de origem (exceto Tartá, ele comanda muito bem o setor). 

PRIMEIRO TEMPO - A primeira boa chegada foi aos 8 minutos, em cruzamento de Bruno Pacheco, Gabriel Dias perdeu boa chance, pois em vez de cruzar preferiu finalizar para a boa defesa de Marcos. Aos 19', a boa chegada do Paraná foi com Robson, que mandou a bola para a área e Leandro Silva cabeceou por cima com muito perigo. Marcos Paullo aproveitou a sobra de bola dentro da área e chutou de primeira, mas a finalização explodiu na trave.

O Bragantino seguia pressionando e levava muito perigo. Aos 32 minutos, Erick arrancou pela direita e cruzou para Tartá, que perdeu a chance chutando por cima do gol. Aos 37', Marcos Paullo cruzou e Rafael Grampola cabeceou, acertando a trave mais uma vez. No rebote, Gabriel Dias cabeceou, porém, foi uma defesa fácil para o goleiro. 

INTERVALO - Nenhuma das duas equipes fez alterações no intervalo; ambos voltaram iguais para a segunda etapa.

SEGUNDO TEMPO - Logo no primeiro lance do segundo tempo, Erick fez boa jogada pela direita e chutou cruzado, o goleiro espalmou e no rebote Tartá chutou para outra defesa de Marcos. O Bragantino não chegava bem no ataque e as cobranças de falta eram perigosas, obrigando o arqueiro a fazer grandes defesas. O lance capital do jogo foi aos 30 minutos, quando Robson dominou dentro da área e tentou dar um chapéu em Alemão, o jogador do Paraná se desequilibrou e caiu, mesmo sem toque do jogador do Bragantino, o árbitro marcou pênalti para a equipe paranaense, convertido por Lúcio Flávio. O Bragantino não teve forças para reagir e o Paraná não conseguiu ampliar o marcador, terminando em 1 a 0 para o Paraná.


Felipe fazendo a dança da derrota
CONCLUSÃO - Se não melhorar, a Série C já será uma realidade, tem que jogar enquanto há tempo.


PRÓXIMA PARTIDA - O Braga volta a jogar no próximo sábado às 16 horas da tarde (9) diante do Oeste, no Estádio Prefeito José Liberatti, pela 15ª rodada da Série B.

Veja os melhores momentos de Bragantino 0 x 1 Paraná



Mateus Segur || @SegurMateus

Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.