Header Ads

Com raça, com Rossi

Neste sábado (16/07) o Goiás enfrentou o Náutico no Serra Dourada com uma enorme necessidade de vitória para tentar se recuperar na Série B. Os três pontos vieram com um bom futebol coletivo apresentado pelo time, junto da enorme raça e dedicação apresentada por alguns jogadores em campo. Mas não podemos nos precipitar dizendo que está tudo "100%"... Mesmo com a vitória o nosso sistema defensivo ainda apresenta muitas falhas, e é visível que nossos zagueiros não nos transmitem segurança.

A lateral direita é um problema para nós desde 2014, fato. Diversos jogadores passaram por lá desde Tiago Real, Valmir Lucas (improvisados) até laterais de ofício que não renderam o suficiente como Everton e Giménez. E ontem mais uma vez o lado direito foi motivo de dor de cabeça para nós esmeraldinos, pois o "inseguro" Anderson Salles atuava por lá tornando o setor uma avenida para o Náutico. Foram menos de 10 minutos para a defesa falhar novamente e Ivan de forma precipitada cometer o pênalti e ajudar os pernambucanos abrirem o placar.

Se nossa defesa tanto falha, o meio campo e ataque começam a ganhar elogios. O garoto Léo Sena vem se mostrando cada vez mais merecedor de uma vaga na equipe titular, junto com Léo Lima eles conseguiram criar inúmeras jogadas ofensivas, principalmente usando os lançamentos em profundidade. E foi assim, saindo do pé do jovem Sena um lançamento espetacular para Rossi que ao falhar em driblar o goleiro deixou a bola para Carlos Eduardo empatar.

O setor ofensivo se destacou no primeiro tempo. foto:globoesporte.com
Léo Condé sacou Alex Alves e colocou Daniel Carvalho ainda no primeiro tempo. Confesso que inicialmente essa mudança não me agradou, pois o primeiro tempo de Daniel foi extremamente fraco e pra piorar sofremos o segundo gol antes do intervalo. A insatisfação era enorme e aquela sensação de jogar melhor que o adversário e sair perdendo tomava conta do Serra Dourada.

No segundo tempo entrou um fator determinante para o resultado final, a raça. O Goiás voltou muito bem e Rossi fez uma excelente partida, aos 8 minutos cruzou para Léo Lima empatar e aos 18’ virava o jogo ao nosso favor. Daniel Carvalho também melhorou muito de produção no segundo tempo, criando várias jogadas ofensivas e dando um passe (e que passe!) para Rossi driblar Julio César e fechar o placar, Goiás 4x2 Náutico.

Com grande atuação, Rossi foi o melhor da partida. foto: globoesporte.com
Essa vitória nos trouxe um alívio imenso, mas devemos manter o pé no chão. Daqui pra frente se quisermos subir devemos matar um leão por jogo e com muita raça! Novas contratações estão chegando e com o apoio da torcida, espero que o Goiás consiga se reerguer na Série B e dar alegria a nós esmeraldinos.

Artur Pinheiro ll @arturpinheirom
Linha de Fundo ll @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.