Header Ads

Cruzeiro supera os obstáculos e vence o Vitória

O compromisso da Raposa dessa vez foi pela Copa do Brasil, e na noite de ontem a equipe mostrou o motivo de ser um dos maiores ganhadores quando o assunto é Copa do Brasil.

Missão difícil para o Maior de Minas, o time baiano não perdia no Barradão pela Copa do Brasil há 11 anos e para felicidade dos torcedores cruzeirenses a Raposa quebrou essa invencibilidade vencendo o Vitória por 2x1, com gols de Willian que não marcava fora de casa há quase dois anos.

@Cruzeiro
As atenções do Time do Povo voltam para o Brasileirão, é nessa competição que a Raposa deveria concentrar todas as suas forças e se recuperar enquanto é possível, o próximo jogo é contra o Atlético-PR na segunda-feira  às 20h. Pela Copa do Brasil o jogo de volta acontecerá no dia 20 de julho.

Sobre o jogo:

Com 13 desfalques, o Paulo Bento teve dificuldades em escalar seu time, poupou Arrascaeta que ao decorrer da partida precisou entrar, então a expectativa era tentar fazer um lance que definiria a partida e resolver no segundo jogo, a torcida não estava em posição de cobrança diante de tantas dificuldades.

Chega a ser assustador e impressionante, a maneira que o Cruzeiro joga melhor fora de casa e o inicio do jogo no Barradão foi de muita intensidade a Raposa não queria perder tempo e balançou as redes aos 07’ da primeira etapa, Willian arriscou de fora da área e mandou no canto de Caíque.

O gol de empate do Vitória veio ainda na primeira fase, Allano tocou na bola com o braço e o juiz interpretou como penalidade máxima, Diego Renan cobrou e igualou a partida. Em geral, o Cruzeiro foi mais equilibrado no primeiro tempo, saiu na frente, porém cedeu o empate.

@Cruzeiro
A etapa complementar foi marcada pelo nervosismo das torcidas, Cruzeiro e Vitoria tinha como objetivo o triunfo para ir com mais tranquilidade no jogo de volta.

A equipe baiana começou assustando os mineiros, mas o Cruzeiro sempre respondia da melhor forma possível se a Raposa não perdesse tantos gols poderia ser uma goleada.

Aos 18’, o Cruzeiro ficou em “desvantagem” quando o jogador Allano foi expulso, bom por incrível que pareça a equipe melhorou depois da expulsão e pela primeira vez os cruzeirenses comemoram a expulsão de um próprio jogador, gostaríamos de parabenizar o arbitro pela bela atitude.

A Raposa tinha como responsabilidade resolver o jogo e não demorou muitos, depois de tantas chances desperdiçadas, o Cruzeiro virou o duelo aos 24’ com Willian novamente e assim o time celeste vai com grande vantagem para o jogo de volta pelos critérios de gol fora de casa.

Paula Fernandes - @Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.