Header Ads

Londrina: Jogo truncado e mais um empate

Diante do Criciúma na 14ª rodada, o Londrina  cedeu o empate e por consequência deixou de subir na tabela. Tentando recuperar-se e chegar mais próximo ao G4 a equipe de Cláudio Tencatti foi ao Pará enfrentar o Paysandu.

O Londrina possui a melhor defesa do campeonato (junto aos xavantes), do outro lado o Paysandu arrumou a casa - estava há 8 jogos sem sofrer gol. Tais dados foram autoexplicativos para quem assistiu a um primeiro tempo em que ambos se posicionaram muito bem, no tocante à defesa. O Papão da Curuzu buscava sempre as jogadas pelas laterais, estas esbarravam em erros de passes dos seus jogadores ou ainda em faltas cometidas pelo Alviceleste Paranaense. O Tubarão, por sua vez, buscava explorar os contra-ataques e as bolas paradas, encontrando pouco espaço nas linhas defensivas de Dal Pozzo.

Apesar da forma mais segura de se postar dentro de campo, os clubes propuseram um ritmo intenso durante a etapa inicial, o Papão empurrado por sua torcida e o Tuba pela necessidade do resultado. Pouco pode se elogiar do primeiro tempo, cabe apenas relembrar a bola colocada na trave por Maílson. A partir da boa finalização, as equipes diminuíram o ritmo e esperaram o fim dos primeiros 45 minutos.

Foto: globoesporte.globo.com
Já na segunda etapa, pode-se acompanhar uma partida muito mais truncada do que fora a primeira etapa. Muitas faltas, poucas chances e um futebol desgostoso aos olhos de qualquer amante do esporte. O Londrina parecia ter se rendido às infiltrações laterais, já que Lucas Ramón (jogador que retornou de empréstimo e agora compõe o elenco Londrinense) estava completamente sem ritmo e Léo parecia estar perdido na lateral oposta. Tencatti promoveu suas três substituições a fim de dar mais mobilidade e velocidade ao seu meio campo, pouco adiantou.

O grande lance do segundo tempo aconteceu quando o árbitro assinalou pênalti em falha do zagueiro Matheus. Penalidade cobrada por Betinho e, mais uma vez, Marcelo Rangel saltou para defender a cobrança, desta vez sem rebote para o adversário, livrando o Tuba de voltar para o Paraná com mais um resultado negativo. Nos instantes finais, tanto Londrina quanto Paysandu se atiraram ao ataque buscando o gol que traria os três pontos. O Alviceleste Paranaense desperdiçou duas grandes chances e o Papão ficou apenas no quase.

Em mais um jogo fora de casa, o Londrina fraquejou e, graças à sua boa linha defensiva (que às vezes falha), conseguiu sair de Belém com o empate na mão, com destaque para Marcelo Rangel que já defendeu o terceiro pênalti após assumir a titularidade. Apesar do desempenho totalmente abaixo do esperado, ainda houve a possibilidade de obter a segunda vitória fora de seus domínios, porém mais uma vez foi desperdiçada. Cabe ao elenco se unir para conseguir logo este segundo placar positivo e recuperar os pontos que deixamos ganhar em oportunidades em que o adversário era tecnicamente mais fraco e oferecia menos perigo.

Na Curuzu, para assistir Paysandu (0) x (0) Londrina, foram anotados 10.502 torcedores e 3.789 eram sócios torcedores, tal público rendeu R$ 109.000.

O Paysandu de Gilmar Dal Pozzo veio a campo com Emerson, Edson Ratinho, Fernando Lombardi, Gilvan e Lucas; Ricardo Capanema, Jhonnatan e Rafael Costa (Celsinho); Ruan (Tiago Luis), Betinho (Leandro Cearense) e Maílson.

Já o Londrina de Cláudio Tencatti foi com Marcelo Rangel, Lucas Ramón, Luizão, Matheus e Léo; Germano, Rafael Gava (Paulinho Moccelin) e Igor Miranda (Jumar); Zé Rafael (Netinho), Jô e Itamar.

Na próxima rodada:
Paraná x Paysandu - Vila Kapanema - 12/07, as 21h30
Atlético-GO x Londrina - Serra Dourada - 12/07, as 19h15

Vitor Guimarães || @VitorBatata3

Linha de Fundo || @SiteLF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.