Header Ads

Londrina: A segunda vitória fora de casa

Depois de uma sequência de dois empates, tudo que o Londrina não queria era outro para a conta, afinal essa série de placares igualados tinha feito o Alviceleste Paranaense se distanciar do G4. Pela frente o vice-líder, Atlético-GO, e mais um desafio fora de casa; o que trazia esperanças e ânimo era a lembrança do bom resultado obtido na única vitória fora de casa - até o momento - contra o Bahia. Sabia-se da dificuldade de enfrentar a melhor defesa do campeonato dentro de seus domínios.

Os minutos inciais da primeira etapa evidenciaram as qualidades das duas equipes, defesas fortes, consistentes e bem postadas evitavam a aproximação do ataque adversário, mas não deixavam o jogo ficar truncado, pelo contrário. Se de um lado as defesas mostravam o quão difícil seria de transgredi-las, do outro os ataque mostravam-se pouco criativos, ainda buscando encontrar as falhas do adversário. O dragão foi o primeiro a encontrar após uma falha, Michel invadiu a área e deixou Matheus no chão, mas, para alívio Alviceleste, Marcelo Rangel fez boa defesa e salvou o Tuba de levar gol logo no primeiro lance mais agudo de seu oponente.

Tudo pareceu mudar para a equipe de Cláudio Tencati quando surgiu uma falta na intermediária, que foi sofrida e cobrada por Jumar, no rebote do goleiro Márcio, Keirrison apareceu para abrir o placar e mostrar (mais uma vez) que os desafios propostos ao LEC se tornarão objetivos a serem cumpridos ao longo do restante desta competição. Os minutos que seguiram ao gol do Tubarão não foram muito diferentes dos que o antecederam, muitos passes e poucas chances reais de gol.

Foto: globoesporte.globo.com
Na volta para a etapa complementar, o Atlético começou pressionando o Tuba em busca do empate, mantendo suas triangulações o mais próximo possível de sua área ofensiva e tentando subir a sua marcação à fim de evitar a saída de bola do Alviceleste. Se o dragão estava querendo igualar o placar, o Tubarão mostrou que não seria fácil sofrê-lo; apesar da pressão imposta pelo rubro-negro, a equipe de Cláudio Tencati sempre encontrava uma brecha para chegar próximo ao gol, ainda que arriscando de fora da área.

O Atlético mantinha seu padrão e, ainda que se assustasse com alguns lances, mantinha-se superior na partida, foi neste momento que o dragão encontrou seu gol, em uma sobra de jogada aérea com Marllon empurrando para o fundo da rede. Não demorou muito (sequer dois minutos) para o Tubarão dar resposta em um belo cruzamento de Rafael Gava, que contou novamente com o artilheiro Keirrison para fazer o segundo gol azul e branco, garantindo a vitória do Londrina contra o vice-líder.


Fonte: Globo Esporte
Mais uma vez a equipe comandada por Cláudio Tencati evidenciou que o resultados negativos que ocorreram anteriormente (incluindo empates) foram jogos em que o clube desperdiçava oportunidades e que falhava em alguns momentos na defesa. Digo isto, tendo em vista as duas vitórias fora de casa, nas quais o padrão de jogo foi praticamente o mesmo dos demais jogos, obviamente as partidas em que o time não soube se portar dentro de campo (pode se tomar por exemplo o próprio jogo contra o Pyasandu) são exceções, mas olhando o estilo de jogo do Alviceleste conseguimos notar que Tencati tem feito seu time dançar conforme a música, fechando sua defesa em momentos de pressão do adversário e organizando bem os golpes ofensivos para aproveitar a falha ou momento de desatenção do opositor e criar seus gols.

As alterações promovidas para este embate (entrada de Jumar e Paulinho) surtiram efeito e Jumar foi o destaque de uma defesa que ficou bem protegida. Paulinho, ainda sem ritmo de jogo, foi bem em lances ofensivos, mas deixou a desejar em jogadas na defesa, que podem ser sinônimo de dor de cabeça para o técnico do Tuba nas rodadas seguintes.

Para Atlético-GO (1) x (2) Londrina, compareceram ao Serra Dourada 2.513 torcedores, rendendo R$ 35.205,00.

O Atlético Goianiense veio com Márcio Matheus Ribeiro (Ednei), Marllon, Lino e Raul (Luís Soares); Michel, Pedro Bambu, Magno Cruz, Marquinho, Jorginho (Júnior Viçosa) e  Alisson, comandados por Marcelo Cabo.

Já o Londrina Esporte Clube de Cláudio Tencatti veio a campo com Marcelo Rangel, Lucas Ramón, Luizão (Éverton Sena), Matheus e Paulinho; Germano, Jumar (Igor Bosel) e Rafael Gava, Jô, Zé Rafael e Keirrison (Itamar).


Na próxima rodada:Tupi x Atlético-GO - Helenão - 23/07, às 21 horas
Londrina x Sampaio Corrêa - Estádio do Café - 23/07, às 16 horas

Vitor Guimarães || @VitorBatata3

Linha de Fundo || @SiteLF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.