Header Ads

Na alegria e na tristeza

Cruzeiro Esporte Clube, prometo estar contigo na alegria e na tristeza, nas boas e nas más, nas crises e nos dias de glória, amando e respeitando, e que meu principal compromisso seja ir ao estádio e apoia-lo em todos os dias da minha vida, até que minha voz se esgote, os sinalizadores apaguem e que nem a morte nos separe”.

Um voto de fidelidade foi feito quando decidimos dedicar toda nossa vida ao clube que amamos, e se você torcedor cruzeirense chegou até aqui pensando em desistir, eu me recuso em pensar que você é considerado um verdadeiro torcedor, apenas não seja um simpatizante. Não precisamos de torcedores de fase.


O Cruzeiro vive um ano difícil o que é preocupante, pois a cada rodada o desespero bate em nossas portas, o desejo de sair da parte complicada da tabela, o aperto em nossos corações quando pensamos na nossa zaga e a saudade de alguns anos atrás, a esperança e as lágrimas derramadas de cada torcedor, promessas feitas e o terço na mão de cada um. Será que é só futebol?

Nunca será só futebol. Enquanto houver pessoas dispostas a provarem o contrário e a demonstrar que a escolha que fizemos de acompanhar o Cruzeiro foi a melhor opção e o que sentimos é maior que qualquer ocasião. E a missão de todos os cruzeirenses por mais difícil que pareça será sempre essa.

Por mais que em campo, os jogadores não façam a sua parte, é nossa obrigação mostrar o apoio incondicional, porque amar o Cruzeiro não é algo que se explica, apenas quem sente entende, e sim não recebemos nada em troca por fazer essa escolha, a não ser o prazer e a constante gratidão.

Então, 2016 será um longo ano, isso tudo é fruto de uma má administração, o que não condiz com a tradição do Maior de Minas, mas isso não significa que temos que abandonar um time na hora que ele mais necessita, se não estamos com a Raposa nos piores momentos, não somos dignos de comemorar uma conquista. “Jogue por nós que cantaremos por você”.

Reage Cruzeiro, você é maior que qualquer crise, critica e jogador, jogue cada jogo como se fosse o último e enquanto a torcida cantará até não ter mais fôlego e forças, faça chuva ou sol, iremos fazer o possível e impossível, pois sabemos que sua imagem sempre resplandecerá.

Paula Fernandes - @Paulinha_CEC

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.