Header Ads

Não vence e não convence

Mais um empate decepcionante e novamente o Goiás desperdiçou pontos importantes que com toda a certeza irão fazer falta na reta final (qualquer que seja o nosso objetivo). Estamos exaustos de ver repetidamente o sistema defensivo esmeraldino falhar e prejudicar a equipe como um todo. Se estamos nesta situação hoje, 85% de toda a responsabilidade é entregue a nossa dupla de zaga.

Dos outros 15%, podemos passar 10% para nosso ataque, que não se cansa de perder um gol atrás do outro. Contra a Luverdense não foi diferente. Aos 5 minutos, Rossi perdeu uma chance incrível de abrir o placar logo no início para a equipe esmeraldina após driblar o goleiro, finalizar e ver o zagueiro Everton tirar o gol em cima da linha. Aos 15 minutos, Rossi cruzou para Marcão abrir o placar de cabeça e marcar seu primeiro gol pelo Goiás, espero que esse seja o primeiro de vários, pois estamos precisando (e muito) de gols.

O Goiás era melhor na partida até o fim do primeiro tempo
(Foto: opopular.com.br)
Continuamos a atacar, chutes consecutivos para fora e o primeiro tempo finalizou com a torcida acreditando em uma vitória, já que os mato-grossenses haviam finalizado apenas uma vez no gol de Ivan. No segundo tempo, o ataque voltou a pecar, já que Carlos Eduardo (que havia entrado no lugar de Rossi) perdeu duas chances incríveis e ainda "atrapalhou" Marcão fazer o seu segundo gol em mais uma grande chance de ampliar o placar. O setor ofensivo do Goiás mostra, em todas as partidas, determinação para sair de campo com a vitória, mas precisa começar a ser mais efetivo se quisermos mudar a situação atual. 

Sobraram 5% e esses são responsbilidade do técnico Leo Condé. Primeiramente ao insistir em David, que não consegue fazer uma sequência boa de atuações pela equipe, e temos outras ótimas peças no banco (William, Ramires e até o dispensado Wendel). Seu maior erro é confiar em Anderson Salles e Wesley Matos, não sou contra recuar e jogar no contra-ataque mesmo ganhando, grandes treinadores fazem isso (Simeone, Mourinho, etc). Só que usar dessa tática para buscar a vitória e depositar grande responsabilidade em nossa defesa é sim um enorme erro e acaba custando caro.

O mal posicionamento de Anderson obriga David e Jhonatan à marcar 3 atacantes
(Foto: SporTV)
Aos 40 minutos do segundo tempo pagamos o preço. Lançamento pela esquerda, Wesley Matos acompanhou Régis para cobrir o cruzamento, Anderson também o acompanhou e abriu espaço para Alfredo, Rogerinho e Douglas Baggio entrarem na área. David e Jhonatan ainda tentaram acompanhar o ataque da Luverdense, mas não conseguiram evitar o gol de empate de Douglas Baggio, totalmente livre. O esmeraldino ainda tentou reagir de forma desesperada, mas não foi o suficiente pra alterar o placar, Goiás 1x1 Luverdense.

O Goiás terá um recesso de 20 dias para o jogo contra o Sampaio Correia, é hora de arrumar a casa e organizar todos os defeitos para ter um segundo turno positivo. A diretoria resolveu acreditar em Condé e creio que, se os problemas defensivos forem arrumados, poderemos sim encerrar a Série B com um segundo turno positivo. 

Segue abaixo a comparação de Leo Condé e Enderson Moreira na Série B (sem contar o jogo contra a Luverdense).


Linha de Fundo ll  @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.