Header Ads

Náutico pouco fez e sofreu no Serra Dourada

Na tarde desse sábado (2), o Náutico foi até Goiás enfrentar o Atlético-GO. Um jogo para esquecer-se e seguir em frente. O ataque não fez nada e a zaga falhou em momentos importantes, o Timbu sofreu a goleada de 3 a 0 e ainda tomou um susto com o goleiro Júlio César.

Náutico enfrentou o Atlético-GO e perdeu por 3x0 em Goiás

No primeiro tempo, o Náutico começou bem, com defesa sólida e posse de bola, o Timbu se manteve no campo ofensivo, contudo não tinha ofensividade mesmo com três atacantes rápidos e destaques da equipe. Parecia que ia ser um jogo disputado e forte dos times que tem muitas chances de subir para a elite do futebol brasileiro, mas na metade da etapa inicial o jogo começou a desandar para o time alvirrubro. Gilsinho ficou livre na frente da área, arriscou de longe e acertou com muita precisão, fazendo um golaço e anotou o primeiro dos donos da casa. O Náutico ainda continuou com a posse no campo de ataque. Um erro de um passe de cinco metros deu o contra-ataque para a equipe goiana que resultou no segundo gol de Alison.

Timbu pouco fez, sem reação só aceitou a derrota (Foto: Murilo Nascente/Náutico)
O segundo tempo o Náutico voltou ao campo sentindo o placar, Alexandre Gallo percebeu que a equipe sentiu os gols e tentou mudar, mas não foi o que ele esperava. O time não fazia nada e logo no início, Júlio César sofreu uma pancada e depois bateu, muito forte, a cabeça no chão, ele ficou desacordado por pouco tempo, foi para a ambulância fazendo os primeiros testes e demonstrou que estava bem. Não foi motivo para a equipe se esforçar e buscar a vitória, muito menos para evitar uma goleada, na metade da etapa final Magno Cruz recebeu dentro da área, ganhou do zagueiro Eduardo e chutou cruzado sem defesa para o goleiro Rodolpho. Mais um falha e mais uma derrota fora de casa.

Júlio César sofreu forte pancada, mas já passa bem e talvez jogue no sábado
O Timbu caiu para 8ª posição com 21 pontos, o próximo jogo é contra o CRB que também está no pelotão da frente. Para se manter entre os oito primeiros o Náutico tem que vencer e só vencer, outro resultado será muito ruim. O retrospecto em casa está ao lado do Timbu, são cinco vitórias e um empate, o que dá esperanças para mais uma vitória. A partida será às 16h, na Arena de Pernambuco.

Escalação

Atlético-GO: Márcio; Matheus Ribeiro, Marllon (Thales), Lino e Michel; Pedro Bambu, William Schuster, Magno Cruz (Luiz Fernando) e Jorginho (Marquinho); Gilsinho e Alison. Técnico: Marcelo Cabo.

Náutico: Júlio César (Rodolpho); Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Gastón Filgueira; Ygor, Cal Rodrigues (Danrlei) e Renan Oliveira; Roni (Hugo), Bergson e Jefferson Nem. Técnico: Alexandre Gallo.

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha.
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Vanderson Antonio Zanotti.

“Sempre serei Náutico, até a morte e depois da morte”

Marcus Lamenha // @LamenhaMarcus

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.