Header Ads

Náutico vence com placar magro e cola no G4


O Náutico recebeu o Tupi-MG na sexta-feira (29/07) na Arena de Pernambuco e com algumas difilcudades saiu com o placar mínimo. O gol foi marcado pelo estreante Léo Santos, que na sua primeira partida como profissional, já deixou seu primeiro gol.
Renan abraça companheiro salvador da partida. Foto: Marlon Costa

O início do primeiro tempo foi uma tristeza, pois nenhum dos dois times criou nada. O Timbu que tinha essa missão, já que o time mineiro estava todo retrancado, porém mesmo com dois meias de criação, nada de bom saiu. 

O jogo estava concentrado no meio e as válvula de escape acabaram sendo as pontas com Nem e Rony, já os dois abriam e davam a Hugo e Renan Oliveira a responsabilidade de armação. No andamento da etapa inicial, o time visitante começou a abrir espaços para as jogadas alvirrubras e pelo menos três chances claras de gol foram criadas, por falta de pontaria e pelo arqueiro adversário estar em boa noite, o Timbu não conseguiu abrid o placar, ficando apenas no quase.

Na volta e logo no início, saiu o GOL do Náutico. Nem recebeu e cruzou para a área, o zagueiro cortou errado e a bola sobrou para o estreante Léo Santos que enfiou a porrada, fazendo a bola estufar as redes, para a alegria alvirrubra. Com o gol o Náutico relaxou, até demais e começou a deixar o Tupi gostar do jogo. O técnico Gallo tirou os dois meias de criação, um grande erro, pois assim o Náutico perdeu sua movimentação no meio e começou a ter dificuldades para ir ao ataque que ficou na velocidade dos jovens atacantes. O Tupi não conseguiu muita coisa pois o time alvirrubro estava bem concentrado para a importante vitória.
Léo Santos admitiu que esqueceu como foi o seu primeiro gol. Foto:  Reprodução TV Globo

O Náutico cumpriu o planejamento para os dois jogos em casa, foram duas vitórias seguidas e parte para a terceira contra o Oeste na terça-feira (02/08) às 21h30 (horario de Brasília). O jogo será importantissimo para o returno e mais ainda para ficar na cola do G4. O destaque da partida foi a quantidade de jovens que terminaram no time do Timbu, Joazi, Eduardo, João Ananias, Léo Santos, Nem e Rony, 4 da base do Náutico. Misturando os jovens com os experientes Hugo, Renan, Júlio César, Rodolpho, Rafael Pereira, Gaston, o nosso glorioso vai longe no campeonato.

Escalação:
Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Gaston; João Ananias, Maylson (Léo Santos), Renan Oliveira (Daniel Morais) e Hugo (Ygor); Jefferson Nem e Rony. Técnico: Alexandre Gallo.

Tupi-MG: Rafael Santos; Marcel (Pedrinho), Gabriel Santos, Rodolfo Mol e Luiz Paulo; Filipe, Renan, Marcos Serrato (Vinícius Kiss), Jonathan e Octávio (Maxwell); Giancarlo. Técnico: Estevam Soares.

Árbitro: Jailson Macedo Freitas.
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e José Carlos Oliveira dos Santos.

Marcus Lamenha

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.