Header Ads

Bobeira no final e falha de arbitragem: CRB empata na Curuzu

Primeiro tempo

Jogando em casa, a obrigação era vencer e vencer, e desde os primeiros minutos foi essa a postura do Paysandu na partida, tocando a bola nos dois lados do campo, no meio e tentando finalizar ao gol do Regatas. O Galo não conseguia criar as jogadas, a noite era difícil para os meias de criação. Do outro lado, o adversário chegava com perigo, mas sem finalizar.




O CRB chegava perto do gol através de algumas cobranças de falta e o jogo foi equilibrando. De forma surpreendente, aquele que é difícil de se ver marcando gol abriu o placar. Estávamos no minuto 28, Olívio recebeu a bola na entrada da área, puxou para o meio e bateu forte com a perna direita pra marcar o gol. Aos 32', uma cena inusitada, Emerson chutou a bola nas costas do atacante Zé Carlos e ela acabou entrando no gol. Jogadores e comissão técnica do CRB pediram o gol no lance, mas o árbitro viu falta do atacante regatiano. Sem mais sustos, o primeiro tempo foi se encaminhando para o fim, vitória parcial do Galo por 1 a 0.


Segundo tempo


Segurando a bola e investindo nos contra-ataques, o CRB tentava administrar a partida para sair com a vitória. O Paysandu chegava com mais força e aos 4 minutos, no bate-rebate dentro da área do Galo, Domingues chutou forte e a bola bateu no travessão. 
O Alvirrubro alagoano se aproveitava dos contra golpes com os meias tentando criar as jogadas que ainda não eram muito bem aproveitadas.

Aos 18 minutos, Zé Carlos deixava o campo para a entrada de Neto Baiano, que em dois minutos marcou seu primeiro gol pela Série B. Aos 21', em cruzamento de Róger Gaúcho, o atacante se antecipou aos demais defensores e colocou a bola para dentro. Coitado do goleiro do Papão, estava com mais de mil minutos sem tomar um gol e o CRB vem e lhe prega dois. 

Aos 24 minutos, Luidy deixou o campo, sem muito destaque na partida, e Welinton Júnior foi o substituto. Aos 35', Galdezani derrubou Celsinho na área e pênalti para o Paysandu. Leandro Cearense bateu no canto direito de Júlio César, que havia caído pro lado esquerdo, marcando CRB 2 a 1 Paysandu. Já no final do jogo, aos 40', Welinton Júnior e Gilvan discutiram e foram expulsos de campo.


O Paysandu pressionava, errava passes, tentava construir suas jogadas, mas nada acontecia. No final, foram adicionados quatro minutos de acréscimo. Uma pressão sem fim, a defesa regatiana afastava tudo que podia, até que, aos 45 minutos, em cruzamento na área, Leandro Cearense cabeceou e Júlio César foi buscar a bola no ângulo, evitando o gol de empate na Curuzu. Porém, de nada adiantou, já que Domingues recebeu a bola aos 47' dentro da área e marcou o gol de empate. Paysandu 2 a 2 CRB.


Fim de papo


Agora o CRB volta para Maceió, onde vai enfrentar na próxima sexta-feira (29) a equipe do Brasil de Pelotas no Estádio Rei Pelé. O Galo foi para os 32 pontos, caiu para a terceira posição e fica à 6 pontos do Criciúma, quinto colocado da competição.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.