Header Ads

Um empate com gosto de vitória

Na noite deste sábado (30), o Vila foi até a Curuzu enfrentar o Paysandu, ambas as equipes estão na parte de baixo da tabela. O Papão chegou a abrir uma vantagem de 2 a 0 no primeiro tempo, mas ao iniciar a segunda etapa, o Tigre voltou com outra postura e foi atrás do resultado. Em noite iluminada dos atacantes Tiago Luís e Moisés, com dois gols cada, a partida ficou igual, 2 a 2. Moisés ainda teve chances de fazer o hat-trick e liquidar a partida para o Vila Nova. Os goleiros Saulo e Emerson tiveram bastante trabalho.




Saindo atrás do placar e com um primeiro tempo horrível, o Vila Nova novamente dormiu no ponto. Com chances reais de levar os três pontos da partida, o time não soube aproveitar e o empate ficou de bom tamanho. Esse ponto veio em boa hora, já que as equipes do Z-4 encostaram no Tigre. Ao vencer o Bahia, o Bragantino foi a 20 pontos e se aproximou do Vila, que estava com 21. O pensamento do time era somente um: vencer ou vencer.

Porém, o Vila entrou desatento e levou dois gols com falhas da zaga, essa que é como uma mãe para os adversários. Há jogos a equipe vem tomando gols bestas que não poderia levar. Enfim, acontece. Agora é se recompor, já que o time terá apenas um dia para descansar para a próxima partida. Vamos fechar o turno diante do Joinville no OBA e, se o Vila Nova quiser se distanciar da zona de degola, será preciso vencer o clube de Santa Catarina. O JEC ocupa a 18° lugar na tabela de classificação, mesma pontuação que Goiás, na 16° colocação, e Tupi.



O Vila Nova foi claramente prejudicado pela arbitragem, já que, em um lance que o goleiro Emerson derrubou Feijão na entrada da área, o juiz além de marcar simulação ainda amarelou o lateral do Tigrão. Nesse ponto agradeço, pois o jogador não vem se destacando no time e isso prejudica a defesa colorada. Assim como o lateral, Jean Carlos, Magno Silva e Victor Bolt serão desfalques do Tigre para o fechamento do primeiro turno.

Bolt voltou de suspensão contra o Paysandu, mas voltará a cumprir punição. Não dá para entender, Victor Bolt é bom jogador, porém, precisa colocar a cabeça no lugar e tomar cuidado com os cartões. O Vila Nova vai precisar dele. O empate ficou de bom grado e Moisés voltou a ser decisivo para a equipe, assim como foi em 2015. Ele voltou desacreditado por boa parte da torcida após ficar um tempinho sem jogar, ninguém iria imaginar que chegaria jogando desta forma. Em dois jogos, o "Profeta" marcou três gols. 

Com 22 pontos conquistados, o Vila recebe o Joinville, em Goiânia, na próxima terça-feira (2) às 19h15, no Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA). Após essa partida, o Tigre só volta a jogar em casa depois de 25 dias, quando recebe a equipe do Náutico. O Vila Nova, que completou na última sexta-feira (29) 73 anos, espera o apoio dos torcedores para esta partida.


"Juntos somos fortes"

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.