Header Ads

Uma tarde de muito sofrimento


Sem vencer a quatro rodadas no Campeonato Brasileiro e cada vez mais se aproximando da zona de rebaixamento, a Chapecoense recebeu na tarde deste domingo (24) a equipe do Botafogo. Com muito sofrimento, Hyoran e Lucas Gomes garantiram a vitória por 2x1, que ainda marcou o reencontro do meia Camilo e do volante Bruno Silva com a torcida do Verdão. Muitas vaias e xingamentos marcaram a volta dos atletas a Arena Condá, o meia foi o autor do único gol do Botafogo.

Foto: Marcos Cunha/Mafalda Press/Gazeta Press
O técnico Caio Júnior surpreendeu a todos ao confirmar a escalação de Hyoran no lugar do contundido Arthur Maia. Outra alteração foi em virtude da suspensão do polivalente Gil, que recebeu terceiro cartão contra o Figueirense e deu lugar ao lateral Gimenez. Com a bola rolando, a primeira etapa começou com os visitantes assustando logo nos primeiros minutos, quando Canales chutou por cima da meta de Boeck. A resposta veio aos 13', quando Cleber Santana cruzou e Kempes testou livre para grande defesa de Sidão, em seguida o bandeira assinalava impedimento do centroavante.

O Botafogo seguia melhor na partida, com maior posse de bola e as melhores oportunidades, mas foram os donos da casa que saíram na frente. Aos 24 minutos, Hyoran fez bela jogada individual, tirou da marcação e chutou no canto direito, sem chances para o goleiro Sidão. Para os cariocas, só a vitória interessava e a equipe esboçou uma pressão nos minutos finais da primeira etapa. Aos 41', Bruno Silva disputou com Boeck e emendou uma bicicleta, mas a tentativa passou por cima da meta. Quatro minutos depois, Canales balançou as redes de Boeck, mas o auxiliar já marcava impedimento.

Na volta para o segundo tempo, uma alteração em cada equipe; na Chapecoense, Sergio Manoel deu lugar a Matheus Biteco; no Botafogo, Neilton entrou na vaga de Fernandes. Precisando do resultado, quem partiu para cima foram os visitantes, enquanto o Verdão adotava a forte marcação para garantir o placar. Na primeira oportunidade, Boeck salvou a Chape após chute de Neilton.

Caio Júnior, logo aos 8 minutos, foi obrigado a fazer mais uma alteração na equipe, quando Ananias teve que deixar o campo e deu lugar a Lucas Gomes. O panorama da partida não mudava e, com maior posse de bola, o Botafogo assustava cada vez mais. Toda pressão teve resultado aos 40 minutos, quando Camilo cobrou falta no ângulo e sem chances para o goleiro Boeck, empatando o confronto.

Alguns torcedores começavam a deixar a Arena Condá, mas como a partida só termina no apito final do árbitro, devíamos acreditar até o último segundo. Quem ficou pôde ver, dois minutos depois, Lucas Gomes roubar a bola após saída errada do Botafogo, avançar e, com toque sutil por cima de Sidão, marcar o segundo do Verdão e garantir mais três pontos na tabela.

Agora a Chape sobe para a 10° colocação com 22 pontos, a cinco da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Verdão viaja para São Paulo, quando enfrenta no Morumbi o tricolor paulista no domingo (7), às 11h. Antes disso, recebe na Arena Condá a equipe do Atlético Paranaense, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil.

No duelo deste domingo, o Verdão voltou a jogar abaixo do esperado pelo torcedor. O Botafogo, com maior posse de bola, controlava a partida, mas errava muitos passes e finalizações. A Chapecoense aproveitou as chances e garantiu a sofrida vitória. A sequencia de jogos não é nada fácil, São Paulo e Atlético Mineiro fora, Palmeiras e Inter em casa, mas conhecemos e sabemos que podemos surpreender, basta acreditar e apoiar a Chape, juntos venceremos.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.