Header Ads

Vasco evolui com ajuda de Pikachu

Fala, Turma da Fuzarca!

No maior clima de “Pokémon Go”, Pikachu parece ter capturado a forma de fazer gols; já foram o dois gols nas últimas duas partidas. Com a vitória diante do Santa Cruz por 3 a 2, no Mundão do Arruda, o Vasco classificou-se para as Oitavas de Finais das Copa do Brasil.

Foto: Vasco Oficial
Olhar para o céu e não ver estrelas foi a mesma sensação do Vascaíno ao saber da escalação do Gigante sem Nenê e Luan. Os minutos iam passando, o primeiro tempo era frio, sem alma, sem brilho, um verdadeiro grito silencioso de medo dentro de cada torcedor.

O enlouquecimento ia se dando pelo tempo decorrido e pela a angústia por cada passe errado no meio campo. Marcelo Mattos machucava sem agredir fisicamente. Era sofrível, horrível.

A genialidade do verdadeiro camisa 10 foi o apreço no qual o Gigante precisava, o toque sutil na bola era como um carinho de mãe em cada filho Vascaíno, como Andrezinho dissesse: “Calma. Estou aqui

O ataque relâmpago, maior poder do Pikachu, relaxava cada vez mais o torcedor que outrora sofria. A evolução de um jogador que chegou tímido e agora passa a ter a titularidade mais perto.

Entretanto, a cabeçada de Keno não deixava o Vascaíno respirar aliviadamente até que o pequeno Jorge “Tático” Henrique crescer encima do Santinha. Era o suspiro satisfeito de todos.

No lance seguinte, os donos da casa fizeram mais um; o típico gol de “Saímos com cabeça erguida”.

Com a chegada de um jogador na Zona Sul, o Rio de Janeiro tem dois craques: Nenê e Andrezinho.



Abçs, Galera

Matheus Freitas   @_MFreitas9_
Linha de Fundo   @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.