Header Ads

Com problemas para criar, Liverpool sofre com contra-ataques e perde


Burnley e Liverpool se enfrentaram neste sábado, 20, no estádio Turf Moor, em Burnley, pela 2ª rodada da temporada 16/17 da Premier League. O time da casa vinha de uma derrota lá mesmo, em seus domínios, para o Swansea, na primeira rodada; já os Reds haviam iniciado o campeonato com uma bela vitória sobre o Arsenal no Emirates. A única mudança realizada por Sean Dyche em relação à partida anterior foi a entrada de Defour na vaga de Jones; por sua vez, Jurgen Klopp não pôde contar com Sadio Manè, que foi o seu principal jogador na vitória em Londres, Sturridge foi seu substituto. Alberto Moreno, após atuação ruim na primeira rodada, também saiu do time, dando lugar a James Milner.

Apesar de jogar fora de casa e ir a campo com duas mudanças importantes no time titular, o Liverpool era favorito à vitória, mas o que se viu em campo surpreendeu a muitos. O Burnley foi extremamente eficiente em sua proposta de jogo e venceu a partida sem levar muitos sustos.

O jogo

A vitória começou a ser construída cedo, logo no primeiro minuto, após erro na saída de bola dos Reds, Gray ficou com a bola e tocou para Sam Vokes, que da entrada da área, acertou um belo chute, sem chances para Mignolet.

Sam Vokes abre o placar com um chutaço (Foto: Divulgação/Mirror)
O Liverpool tentou reagir, mas não obteve êxito, tinha mais posse de bola e finalizações, porém os chutes vinham de fora da área, sem levar perigo. Após algumas tentativas de Coutinho e Sturridge, o time da casa mostrou-se forte no contra-ataque para aumentar; aos 37’, Defour arrancou do campo de defesa com a bola, ganhou na dividida de Klavan e tocou para Gray, que conseguiu limpar para a canhota após a chegada dos defensores e tocou no canto para ampliar.

Até o fim do primeiro tempo o Liverpool continuou tocando a bola no campo de ataque, mas sem conseguir furar o bloqueio imposto pelo Burnley, conseguiu apenas algumas finalizações fora da área, sem assustar o goleiro Heaton.

Segundo tempo

No segundo tempo, a tônica do jogo se manteve, Liverpool com a posse da bola, mas sem conseguir criar chances de gol. O time exagerou nos passes laterais e na previsibilidade, facilitando a vida do sistema defensivo adversário. Coutinho chutou outras vezes ao gol, mas não era o dia do mágico. Sturridge pouco produziu e quem ainda conseguiu fazer o goleiro trabalhar foi Firmino com um chute de longe no começo do segundo tempo, Heaton só voltou a ser ameaçado próximo do apito final, quando fez bela defesa em chute de Grujic, que havia entrado no lugar de Lallana minutos antes. Além do sérvio, Alberto Moreno e Origi também vieram a campo, mas não foram capazes de mudar o panorama da partida.

Com a vitória, o Burnley soma os seus primeiros três pontos no campeonato, o time volta a campo para enfrentar o Chelsea, em Londres, na próxima rodada. O Liverpool mantém-se com três pontos após a derrota e encara o Tottenham, também em Londres, na 3ª rodada da Premier League. 

Por: Caio Semblano || Twitter: @caiosemblano@SiteLF / @PLBrasil_LF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.