Header Ads

Exibição horrível, saudades Olívio: CRB empata com a Luverdense

Em Lucas do Rio Verde, Mato Grosso, o Luverdense recebeu o CRB na última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série B. As equipes fizeram um jogo não tão brilhante para seus torcedores e saíram de campo com o placar zerado.

Análise

Algumas mudanças foram feitas na equipe. Bocão, Somália e Luidy saíram do time titular, dando lugar a Marcos, Franco Razzotti e Welinton Júnior respectivamente. Os dois últimos não mostraram um bom futebol que agradasse a torcida. O argentino deve ser menos cobrado por ser seu primeiro jogo com o CRB e estar se entrosando com o elenco; já Welinton Júnior causa revolta aos torcedores pela falta de garra, disposição em campo. O jogador pouco acerta, não consegue executar dribles e perde gols importantes.


Foto: Luis Felipe Nischor
A ausência de Olívio no meio de campo faz com que a equipe não seja a mesma. Erros em marcação nos contra-ataques do adversário são bem evidentes. Na última partida contra o Brasil de Pelotas, o CRB conseguiu tomar dois gols em falhas defensivas, dois gols em contra-ataque, lance isolado de goleiro, zagueiro e adversário. Hoje, Franco Razzotti recebeu seu primeiro amarelo, puxando a camisa do jogador mato-grossense por não conseguir fazer a cobertura correta sobre a bola, foi ultrapassado e havia a necessidade de cometer a falta.


Foto: Globo Esporte
Gérson Magrão foi quem buscou os lances ofensivos, tentou trabalhar pelo lado esquerdo e servia seus companheiros que passavam em velocidade. Errou passes e alguns cruzamentos, certo, mas seu posicionamento e participação em cada setor do campo foi fundamental para que o CRB articulasse mais as jogadas e não ficasse apenas no chutão.

Problema no último jogo por conta do gol e de sua falha, Júlio César hoje mostrou que erros acontecem e que podemos corrigir. Pegou todas as bolas que vinham em direção ao gol. Quando a defesa falhava na marcação, era ele que acalmava as coisas na área.

Zé Carlos precisa se encontrar, está errando finalizações que não costumava perder e ficou tentando simular penalidade dentro da área. Já não aparenta ser o mesmo de 2015, isso incomoda os torcedores que esperam muito do centro-avante.

Descanso e próximo compromisso

O CRB agora volta para Maceió e só vai retornar aos gramados novamente no dia 20 deste mês em partida contra o Londrina no Estádio Rei Pelé, às 16h. Será o começo do returno da competição, faltando 19 batalhas para o tão sonhado acesso regatiano para a primeira divisão. 

A campanha do CRB no primeiro turno é marcada por 33 pontos conquistados e um 3º lugar na tabela de classificação. O Galo tem dez vitórias, sendo metade fora de casa, mostrando que é um clube que, independente da ocasião, joga pra vencer. São 17 pontos conquistados longe de Maceió em dez partidas, perdendo apenas três vezes, vencendo cinco e empatando outras duas. Sendo assim, é o segundo melhor visitante da competição.

O problema mesmo é no Rei Pelé, com a campanha que tem fora de casa, isso favorece ao clube sua posição na tabela, mas se não fossem essas vitórias, o CRB poderia estar muito abaixo na tabela. Clubes como o Tupi, que é o vice-lanterna da competição, tem campanha melhor que o Regatas quando joga como mandante. 

O Galo no segundo turno terá dez partidas em casa (Londrina, Oeste, Vila Nova, Avaí, Bahia, Atlético Goianiense, Joinville, Náutico, Paysandu e Luverdense) e nove partidas fora (Ceará, Criciúma, Sampaio Corrêa, Bragantino, Paraná, Vasco Goiás, Tupi e Brasil de Pelotas).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.