Header Ads

Magno quebra a invencibilidade do Xavante em Casa

Não pude ir ao jogo e nem me concentrar muito no radinho, mas até o final achei que iríamos empatar e ainda ganhar. Zebrou. Uma pena porque eu acreditava no G4 ainda hoje. Tivemos um salvo-conduto com a derrota do Londrina e isto nos deixa ainda na quinta posição da tabela.

Primeiro tempo amargo. Um a zero pros caras e o Xavante ficou no prejuízo porque não conseguiu vazar a defesa do Atlético-GO. E o segundo tempo? O que foi aquilo? É, hoje a mandinga pesou contra nós. Na verdade foi uma terça-feira negra para os mandantes porque além do Brasil, Sampaio Corrêa e Londrina também perderam jogando em seus redutos. Para mim está meio esquisito falar do jogo de hoje porque foi a primeira derrota Rubro-Negra dentro de casa nesta competição. Como estamos na vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro – Série B não é pouca coisa.

Até posso falar do “gol de bicicleta” que o Felipe Garcia quase marcou ou do inacreditável gol perdido por Ramon, mas isso é fichinha diante da enormidade que o Klever jogou. Realmente o goleiro do Atlético/GO foi o “Muralha” da noite e garantiu os três pontos para às bandas de Goiás.


O gol marcado pelo Magno foi outra pancada nada agradável para mim porque ainda tenho vivo na lembrança os tempos em que esse craque vestiu a camisa do Brasil. Grande jogador e deixou saudade. Acho que ele também tem saudade da nossa torcida e por isso não festejou muito hoje aqui no Bento Freitas.


Enfim, para mim, ficou aquele gostinho tipo: “Se eu estivesse no Bento Freitas o Brasil não teria perdido”. Foi-se a invencibilidade em casa. Sei que isto não significa muito porque o que conta é a campanha. Na soma geral de pontos que o campeonato apontará os quatro felizardos que irão para a Série A e o G. E. Brasil segue ali, no cangote do G4. Agora temos uma semaninha para descansar, treinar, treinar e treinar a fim de encarar o Clube Atlético Bragantino e recuperar esses três pontos perdidos.

Hoje o G4 escapou, mas gostei dessa história de pontear a tabela. Que Padim Ciço dê uma força ao Ceará no confronto contra o CRB para que não próxima rodada o Brasil possa abraçar de vez este seleto grupo.


Em tempo: o G. E. Brasil estreou hoje um novo fardamento e isto é que nem sapato novo, todo o mundo quer batizar. Infelizmente o Atlético/GO carimbou o nosso uniforme, mas não dá nada; faz parte. Vamos avante. Agora é Topper!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.