Header Ads

Milan perde no emocional e no campo para o Napoli

Neste sábado (27), o Milan foi a Nápoles enfrentar o Napoli pela segunda rodada do Campeonato Italiano.

O jogo começou pegado, os mandantes precisavam da vitória e foram pra cima, mas paravam nas saídas de Donnarumma e desarmes de Romagnoli. Eis que, em um contra-ataque aos 7 minutos, Niang recebeu na entrada da área, passou por Hysaj, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Abate, que, sozinho e de frente para Pep Reina, chutou por cima do gol, perdendo a melhor chance dos rossoneri na primeira etapa.


Aos 10 minutos, após escanteio cobrado por Bonaventura, a zaga do Napoli afastou, a bola voltou a área com um chute mascado de Montolivo e Romagnoli anotou gol do Milan, mas este foi anulado, já que o jogador estava em posição irregular. Após o gol perdido, o jogo foi de total controle dos napolitanos, que aos 17 minutos abriram o placar. Mertens veio pela esquerda, cortou o estreante Gustavo Gomez e, em um chute com efeito, acertou a trave. Em sua primeira chance como titular, Arkadiusz Milik pegou o rebote sozinho na área e, com Donnarumma no chão, não desperdiçou. Napoli 1x0.

Não parou por aí. Aos 28 minutos, Mertens, de novo, chutou da entrada da área e Donnarumma foi no alto buscar o que seria o segundo dos mandantes. Lance idêntico em seguida, mas dessa vez Mertens bateu rasteiro e o jovem goleiro espalmou para fora, cedendo o escanteio, que foi fatal. Cobrança para o meio da área, o polonês Milik subiu mais do que todo mundo e novamente marcou. 2x0 para os mandantes aos 36' do primeiro tempo.
Vicenzo Montella já irritado no primeiro tempo
O jogo começou pegado, os mandantes precisavam da vitória e foram pra cima, mas paravam nas saídas de Donnarumma e desarmes de Romagnoli. Eis que, em um contra-ataque aos 7 minutos, Niang recebeu na entrada da área, passou por Hysaj, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Abate, que, sozinho e de frente para Pep Reina, chutou por cima do gol, perdendo a melhor chance dos rossoneri na primeira etapa.

Aos 10 minutos, após escanteio cobrado por Bonaventura, a zaga do Napoli afastou, a bola voltou a área com um chute mascado de Montolivo e Romagnoli anotou gol do Milan, mas este foi anulado, já que o jogador estava em posição irregular. Após o gol perdido, o jogo foi de total controle dos napolitanos, que aos 17 minutos abriram o placar. Mertens veio pela esquerda, cortou o estreante Gustavo Gomez e, em um chute com efeito, acertou a trave. Em sua primeira chance como titular, Arkadiusz Milik pegou o rebote sozinho na área e, com Donnarumma no chão, não desperdiçou. Napoli 1x0.

Não parou por aí. Aos 28 minutos, Mertens, de novo, chutou da entrada da área e Donnarumma foi no alto buscar o que seria o segundo dos mandantes. Lance idêntico em seguida, mas dessa vez Mertens bateu rasteiro e o jovem goleiro espalmou para fora, cedendo o escanteio, que foi fatal. Cobrança para o meio da área, o polonês Milik subiu mais do que todo mundo e novamente marcou. 2x0 para os mandantes aos 36' do primeiro tempo.


Na segunda etapa, não tivemos substituições, mas no campo tudo mudou. Aos 50 minutos, Niang recebeu de Suso, passou por Hysaj, entrou na área e bateu cruzado, sem chance para Pep Reina, colocando os Rossoneri no jogo. Em seguida, Sarri, treinador do Napoli, foi expulso, reclamando de uma falta no lance da jogada. A partida seguiu e, antes mesmo de Sarri deixar o lado do campo, Susso, cortou para o meio e acertou um belo chute no ângulo esquerdo do goleiro espanhol. Era o empate do Milan em 10 minutos de segundo tempo.
Suso comemora seu primeiro gol em partidas oficiais pelo Milan
Após o empate, o Napoli  saiu para o jogo, buscando os dois pontos que estava perdendo até o momento. A equipe do norte da Itália se retraiu, satisfeita com o empate até o momento. Muita pressão e posse de bola dos azuis resultou em gol. Callejon aproveitou rebote de Donnarumma após finalização de Mertens e colocou o Napoli na frente. 3-2.

O Milan sentiu o golpe e se perdeu emocionalmente, tanto que, dois minutos após o gol, Kucka levou o segundo amarelo após dura falta em Mertens, deixando assim o Milan com dez. Mesmo assim, os rossoneri não desistiram, mas com menos jogadores do que o mandante, não conseguia chegar com perigo. O Napoli começava a tomar controle do resultado aos poucos e, exatos dez minutos depois da expulsão de Kucka, Niang fez falta boba em Reina e, já com amarelo, o francês foi pro chuveiro mais cedo e o Milan jogaria os minutos finais com nove em campo.

Com dois a mais, o Napoli tocava bola e, após lançamento, Insigne cruzou e a bola bateu em Romagnoli, que nada pôde fazer mesmo saltando e tirando a bola com as mãos, mas ela já tinha entrado e foi gol contra do italiano. Fim de jogo, Napoli 4-2 Milan.



8 dos 9 que ficaram. Faltou emocional.
Escalações: Napoli (4-3-3): Reina; Hysaj, Albiol (Chiriches), Koulibaly, Ghoulam; Allan (Zielinski), Jorginho, Hamsik; Callejon, Milik e Mertens (Insigne)

Milan: Donnarumma; Abate (Calabria), Gomez, Romagnoli, Antonelli; Kucka, Montolivo, Bonaventura; Suso (Lapadula), Bacca (Sosa), Niang

Milan e Napoli só retornam ao campo após a data FIFA. O time rubro-negro enfrenta a Udinese em casa, já a equipe de Nápoles vai visitar o Palermo, ambos os jogos são dia 11 de setembro.
 

POR: @acm_vinicius

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.