Header Ads

Nada a temer


A Chapecoense entrou em campo nesta quinta-feira (25), para enfrentar o Cuiabá, na Arena Pantanal, na estreia da Copa Sul-Americana. Com apenas Lucas Gomes dos titulares em campo, o Verdão não fez uma boa partida, e com a derrota por 1x0, obriga a equipe a vencer por dois ou mais gols de diferença na partida de volta.


Pouco mais de dois mil torcedores estiveram presentes na Arena Pantanal para acompanhar a estreia das equipes na Sul-Americana. O primeiro tempo começou com os donos da casa no ataque, mas a forte marcação do Verdão anulava qualquer perigo da meta de Follmann, que fazia sua estreia.

No entanto, a primeira grande chance foi da Chapecoense, quando o zagueiro Diogo do Cuiabá cabeceou contra o próprio patrimônio, mas o goleiro Henal estava bem colocado e salvou. No minuto seguinte veio à resposta fatal, em uma falta de muito longe, Dakson foi para a cobrança, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo das redes, abrindo o placar para os donos da casa.

Após sofrer o gol, o Verdão foi em busca do empate, enquanto o Cuiabá se defendia como podia. Para a segunda etapa, Arthur Maia recuperado de lesão deixou o gramado para a entrada do atacante Tiaguinho.

Com a entrada do atacante e de Gil no decorrer do segundo tempo, a Chapecoense ganhou mais qualidade, e criou melhores oportunidades de gol, mas desperdiçadas por Lucas Gomes e Rafael Bastos. Já o Cuiabá com forte marcação, buscava sair nos contra-ataques, e só não ampliou o placar por que Uederson perdeu grande oportunidade aos 30 minutos.

Nos minutos finais, uma forte pressão da Chapecoense em busca de, pelo menos, o empate, mas sem sucesso, os donos da casa seguraram a pressão e garantiram a vantagem de poder perder por até um gol de diferença na partida de volta, na próxima quarta-feira (31), na Arena Condá, às 21h45.

Pela circunstância da partida, uma equipe toda reserva, sem ritmo e entrosamento, o resultado não foi desastroso, a Chapecoense tem totais condições de em casa reverter o placar, e garantir vaga nas oitavas de final. De negativo fica a chance que alguns jogadores tiveram de mostrar ao técnico Caio Júnior, que podem brigar por vagas no time titular.

A estratégia de poupar os titulares foi acertada, ficando concentrados apenas para o duelo do próximo domingo (28), contra o Flamengo, em partida válida pela 22° rodada do Campeonato Brasileiro, sem desculpas para o cansaço. É também obrigação do torcedor comparecer tanto no domingo, quanto na quarta-feira, os duelos são muito importantes para a Chapecoense, por isso vá a Arena Condá, cante, vibre e faça parte dessa história.

Para finalizar devemos parabenizar a cidade de Chapecó que completou neste dia 25 de Agosto, 99 anos. Uma cidade que vem crescendo a cada dia, e que tem orgulho de ser representada na elite do futebol brasileiro, e agora também em uma competição internacional, pela Chapecoense. 

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.