Header Ads

O que o Figueirense quer pra si mesmo?

Estamos no sétimo mês da temporada do futebol brasileiro e uma simples pergunta ocupa a cabeça de torcedores do Figueirense: O que o Figueira quer pra vida?

A atual temporada começou da pior forma. Um clube como o Figueirense, que é doutrinador no campeonato estadual, esteve brigando contra o rebaixamento durante uma boa parte da competição. Se para um time campeão, o estadual não é parâmetro, para um time que briga lá embaixo, é no mínimo preocupante para o que se vem no restante da temporada.


No Brasileirão, é sempre o mesmo martírio de todos os anos. Lutar para não cair. O torcedor cansa. Começa a não ir mais ao estádio e vira um mero torcedor de sofá. Dizem sempre de terem saudades daquele Scarpelli lotado do início dos anos 2000. Mas aquele Figueirense era um time de Série B recém-promovido da C. Não havia tamanha cobrança, até porque, na Série B o time sempre brigava lá em cima. Há muito tempo somos clube de Série A, a cobrança por resultados e por um time competitivo sempre haverá. E não adianta reclamar.

Hoje, colocar a culpa em Argel pelo mau futebol é atestado de burrice. Não foi ele quem montou o elenco. As peças que ele, ele usa e todas as formas. Algumas vezes ele comete equívocos em insistir em alguns jogadores (lê-se Jefferson), mas que culpa ele tem se nenhuma dessas peças encaixa na engrenagem?

Um dos grandes problemas do Figueirense hoje são os jogos fora de casa. Jogando fora de casa, o Figueira é o time mais medroso do universo. Qual é o problema? É proibido vencer fora de casa? Se for, avisem aos outros times, por favor. Uma boa partida longe de seus domínios: empate frente ao Corinthians onde éramos para ter saído vencedores caso não fosse a arbitragem. Se contra o Corinthians, jogou bem, por que não joga 70% das partidas fora de casa?

Além de termos um time medroso e sem gana de vencer, temos um presidente ridículo. Onde ele em um evento que abre a temporada e apresenta o elenco, diz que "brigaremos por coisas maiores. Queremos a Sul-Americana. Chega de ficar lá embaixo". Bom, Wilfredo Brillinger, só esqueceu-se de cumprir, não é mesmo?

Como torcedor, quero ver um Figueirense forte, sem ter que largar competições pra focar na parte de baixo da tabela. Quero um Figueirense que não fique só ganhando estadual. Eu quero um Figueirense maior do que acho que ele é. Eu quero vergonha na cara de dirigentes e um Figueira sem ser medroso. Eu quero o meu Figueirense Futebol Clube de volta.

Patrick Silva | @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.