Header Ads

Palmeiras bate Atlético-PR e mantém a liderança

Mais uma vez sem Jesus, ainda servindo a seleção brasileira, o Palmeiras foi até Curitiba enfrentar o Atlético-PR e conseguiu impor a primeira derrota em casa ao melhor mandante do campeonato até então. O resultado manteve a liderança com o alviverde que irá defendê-la contra a Ponte Preta, no próximo domingo.

O jogo não foi tão fácil quando no primeiro turno, quando o Palmeiras goleou os paranaenses por 4x0, mas não teve o sofrimento habitual em jogos na Arena da Baixada. Com marcação reforçada com Thiago Santos – Cuca sacou Cleiton Xavier do time -, o Palmeiras neutralizou bem os ataques do time da casa e explorava um trio ofensivo de muita velocidade formado por Roger Guedes, Erik e Dudu, formação essa mais parecida com as características do Gabriel Jesus.

Pouca coisa aconteceu de realmente perigosa no primeiro tempo. As equipes se estudavam muito e apenas chances isoladas apareceram. Quando parecia que o jogo ficaria no 0x0, apareceu a sempre forte bola aérea do Palmeiras e Vitor Hugo marcou o único gol do jogo. 1x0.

Vitor Hugo foi o autor do único gol na Arena da Baixada. (Foto: Globo Esporte)
Mesmo com a vantagem no placar, o Verdão voltou muito bem para o segundo tempo e teve duas ótimas chances de ampliar. Primeiro com boa jogada de Moisés aos trancos e barrancos, depois do Roger Guedes chegando um pouco atrasado para completar boa oportunidade.

Sem matar o jogo, cada ataque do Atlético, ainda que raro, podia colocar um jogo seguro em risco. Foi assim que os corações palmeirenses pararam quando Marcos Guilherme saiu na cara do gol, mas errou o passe final, já depois dos 40’. Foi o último susto para o goleiro Jailson, que mais uma vez fez boa partida e segurou a liderança para o Verdão, assim como parece ter garantido a vaga de titular na ausência de Fernando Prass.

O DESTAQUE: Seguro na defesa e salvador na bola aérea ofensiva, Vitor Hugo voltou a fazer um grande jogo depois de algumas partidas apenas razoáveis. Foi determinante para segurar o perigoso Walter.

BOLA MURCHA: Recuperando a vaga de titular depois de um merecido banco, Roger Guedes não fez um grande jogo. Sumido no primeiro tempo, perdeu uma ótima chance no começo do segundo tempo que poderia dar muito mais tranquilidade ao Palmeiras.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.