Header Ads

Vergonha para a nação carvoeira

Para quem vê de fora, o time do Criciúma não faz uma campanha ruim, afinal consegue sempre uma colocação entre os dez primeiros da tabela. Porém, para o torcedor carvoeiro, a situação não agrada.

Duas derrotas consecutivas, a primeira diante do Vasco, quando o time teve bom desempenho, porém não soube administrar as jogadas, e a segunda nesta terça contra o Paysandu, em casa, em que o clube fez o oposto do que fez em São Januário.

O primeiro tempo já se iniciou com o Criciúma sendo pressionado e isso durou o jogo todo. O Paysandu marcou o primeiro aos 27 minutos com Lucas, que aproveitou a falha da defesa do time da casa; marcou o segundo aos 15' do segundo tempo com Tiago Luís em uma cobrança de falta; fez o terceiro aos 45' da etapa final com Leandro Cearense em mais um falha da zaga; e só não marcou o quarto porque o goleiro Édson conseguiu fazer a defesa de um pênalti.

Depois da virada emocionante sobre o time do Paraná, a torcida esperava um time com a mesma raça, só que nem tudo é como esperamos. Os erros de escalação continuam, as finalizações erradas também. A evolução do time anda devagar e quase parando, jogadores atuam como titulares quando não existe habilidade suficiente, quando há alguém de um nível maior no banco. 

Na tarde desta quarta (3), após acontecer uma reunião do clube tendo como pauta os maus resultados, principalmente contra o Paysandu, foram dispensados os jogadores Elvis e Lucas Taylor do Criciúma. Precisa-se de mais oportunidades para os novos, mais atenção na escalação e, principalmente, precisa-se de mais alma, garra e coração.

Letícia Figueredo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.