Header Ads

Botafogo empata no RJ, e está classificado para as quartas da Série C

Agora já pode ser decretado de forma oficial: O Botafogo está classificado para a próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Classificação essa, que já era esperada por boa parte da torcida, principalmente após a boa vitória no fim de semana passado sobre o Tombense. Mas também o torcedor tricolor via com olhos curiosos a partida no litoral norte do RJ, como uma expectativa de o Pantera conseguir um bom resultado, e beliscar uma posição melhor em sua chave.

Uma possível classificação em segundo lugar, garantiria ao time de Ribeirão, decidir o jogo decisivo das quartas de final, consequentemente o jogo do acesso, dentro de sua casa, em um com toda certeza, inflamado estádio Santa Cruz. Porém, não foi isso que aconteceu. O maior de Ribeirão apenas ficou no empate contra o Macaé, tendo levado o gol de igualdade já nos acréscimos da etapa final, e terminou em terceiro. Nada mal se formos ver que o objetivo do começo de campeonato foi alcançado. A classificação ao mata-mata. Agora é jogar bola, torcer, e chamar a torcida para o campo, e conquistar a tão sonhada vaga no segundo escalão do futebol nacional.

O JOGO.

Botafogo está na próxima fase da Série C.
O Botinha enfrentou uma tremenda odisseia até o local da partida que definiria seu futuro, e daria pistas do que poderia encontrar pela frente na Série C. O time saiu de Ribeirão Preto com voo diretamente ao Aeroporto do RJ, e dali em diante, seguiu por mais 110km de ônibus, até a cidade de Macaé, no litoral norte do estado, para estar no palco do duelo da tarde do último domingo, dia 18.

Com um time reforçado novamente com seus principais jogadores, e sem desfalques, o Botafogo tratou de logo iniciar a pressão em cima do time da casa, e abusou dos passes na linha intermediaria, e até arriscou algumas bolas. Todas quaisquer, sem perigo para o arqueiro do time carioca Milton Raphael.

O Macaé resolveu apostar na cadencia de seus passes, e organizar sempre o time atrás da linha compactada da equipe paulista. O time da casa sabia que tudo que precisava ser feito para permanecer na Série C, era segurar o empate frente ao Botafogo, já que estavam ligados no resultado do jogo de Tombos-MG, onde o Tombense ia vencendo a Portuguesa por 1-0

A primeira etapa se foi com um gostinho de que poderia ter tido mais futebol. Um jogo onde as duas equipes muito se estudaram, e as chances de gol ficaram sendo quase nulas. Já com a vinda do segundo tempo, as coisas mudaram, e o Botafogo passou a atuar mais em cima da linha defensiva do Macaé, pressionando principalmente as saídas de bola. Zotti era o maestro da equipe tricolor, e que conseguia fazer boas triangulações pelo lado direito com Cléo Silva, que jogava mais recuado que o normal, deixando Isac centralizado como homem de referência.

E não demorou muito para o placar ser aberto. Logo aos 13min da etapa complementar, depois de um cruzamento de escanteio primoroso, Zotti colocou a bola na cabeça de Filipe, que se antecipou à zaga e testou firme para o fundo do gol, abrindo o placar para o Pantera, 1 a 0.

Mesmo com o gol, o Macaé não era ameaçado pela degola, já que no jogo que lhe interessava, a Lusa levava mais um gol do Tombense, subindo para dois a desvantagem no placar. Se por um lado o Macaé conseguia sem fazer sua parte se safar do rebaixamento, a tradicional Portuguesa ia ficando pelo caminho, e colecionando mais um descenso em sua história.

Filipe (4), foi o autor do gol Tricolor.
Pelo lado do Botafogo o empenho foi monstruoso, mesmo depois de uma longínqua e desgastante viagem. O técnico Márcio Fernandes, vendo que a definição da vaga estava praticamente confirmada, aproveitou até por testar alguns jogadores que durante a primeira fase não tiveram tanta oportunidade. Como foi o caso das entradas de Thiago Primão e Carlos Henrique. Os atletas entraram, e deram sua contribuição para que o Botafogo pudesse segurar o resultado, e garantir a mais do que já provável classificação.

Aos 45min da etapa final, quase ali nos acréscimos, em falha dupla da zaga do time de Ribeirão, o Macaé conseguiu fazer o gol que empatava a partida, e de quebra decretava de uma vez por todas o rebaixamento da Portuguesa. O time carioca se safava, mas não mudava em nada a vida do Botinha, já que o empate era também um resultado suficiente para se classificar. Fim de jogo em Macaé, 1 a 1.

OS DUELOS NAS QUARTAS.

Quando cada juiz apitou o final de cada partida das 16h na Série C, o Grupo B teve seus times definidos de quem iria para as quartas de final, e de quem estaria rebaixado para a Série D em 2017. Guarani-SP, Boa Esporte-MG, Botafogo e Juventude-RS respectivamente, avançaram na competição. Os paulistas Guaratinguetá e Portuguesa caíram.

No Grupo A, que teve seus jogos da rodada final disputados as 19h, Fortaleza-CE, Botafogo-PB, ABC-RN e ASA-AL se classificaram, exatamente nessa ordem do grupo. River-PI e América-RN foram rebaixados.

Os duelos ficaram assim:

Juventude-RS x Fortaleza-CE
Botafogo-PB x Boa Esporte-MG
Botafogo x ABC-RN
ASA-AL x Guarani-SP 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.