Header Ads

Na final da Série D: CSA e Volta perdem chances e ficam no zero

No primeiro jogo da grande final da Série D, CSA e Volta Redonda se enfrentaram na noite deste domingo (25) no Estádio Rei Pelé em Maceió. Durante a semana, muito antes do inicio do confronto, o torcedor Azulino já estava animado e ansioso para a partida, e a expectativa era de ver um CSA com disposição, lutando e pressionando o adversário e não deixando a boa equipe do Volta Redonda jogar. Mas as coisas não terminaram exatamente como o torcedor Azulino queriam, as equipes empataram pelo placar de 0x0 em jogo em que ambas as equipes perderam grandes chances de marcar e definir a partida.
(Fonte:Thiago Parmalat/Portal TNH1)
O JOGO           

1°TEMPO

A partida mal havia começado e os donos da casa queriam mostrar quem mandava no Rei Pelé, aos três minutos de jogo, Bismarck cobrou falta para a área do time carioca, a bola desviou na defesa e assustou o goleiro Mota. Após o bom início do Azulão, o Volta Redonda começou a trocar passes pelo campo de ataque com o intuito de furar a zaga do CSA. O Voltaço chegou com perigo aos 19 minutos. O lateral-esquerdo Cristiano cruzou em direção ao atacante David, mas o camisa 9 cabeceou para fora.

O Azulão vinha insistindo pelo centro do gramado, mas pelo grande número de atletas presentes, tinha dificuldades de perfurar a defesa da equipe do Rio de Janeiro. Uma grande oportunidade para o time marujo aconteceu aos 25 minutos. O volante Marcos Antônio arriscou um foguete de fora da área, o goleiro Mota conseguiu espalmar e salvar o Volta Redonda. Em seguida, Didira teve a chance de marcar, mas o chute foi desviado e a bola se perdeu fora das quatro linhas.

A equipe do Mutange sentiu o bom momento e foi para cima do time carioca. Aos 31', Jônatas Obina finalizou de esquerda e Mota colocou a redonda para escanteio. Logo depois, Daniel Felipe aproveitou cruzamento, de cabeça, obrigou Pantera fazer uma boa defesa.

Nos minutos finais da primeira etapa, o bom público que compareceu ao Estádio Rei Pelé seguiu empurrando a equipe azulina em busca da vitória. Porém, aos 44 minutos, o Voltaço quase marcou primeiro. Em um contra-ataque pelo lado direito, David se aproveitou da indecisão de Pantera e Leandro Cardoso, mas Leandro Souza estava lá para salvar o time alagoano. Após um minuto de desconto, o árbitro Jaílson Macedo Freitas encerrou o primeiro tempo.

2°TEMPO

O CSA iniciou a parte final do encontro assustando o adversário. No primeiro lance, Panda chutou de fora da área e o arqueiro carioca conseguiu fazer a defesa de forma segura. Aos 6 minutos, o camisa 5 voltou a arriscar de longe, e desta vez, Mota espalmou. Em seguida, a bola ficou "viva" dentro da área, mas Didira não conseguiu chutar com precisão e desperdiçou um bom momento para a equipe do Mutange.

O Volta Redonda respondeu três minutos depois. Dija Baiano cobrou tiro livre, e Pantera, conseguiu evitar o gol do rival em dois lances. Logo depois, o camisa 7 do time carioca recebeu pela esquerda, fintou Leandro Souza e chutou rasteiro com perigo à meta de Pantera. As duas boas oportunidades criadas pelo Voltaço diminuíram o ímpeto do CSA, que ficou entre os 10 e 20 minutos do tempo final sem assustar.

Para dar mais velocidade ao time, o técnico Oliveira Canindé colocou o atacante Azul em campo, e no primeiro lance, o jogador partiu pela direira e rolou a bola para Marcelo Nicácio, o camisa 9 encontrou Panda sozinho, mas Mota saiu bem do gol e salvou o Volta Redonda. O Azulão continuou tentando tirar o zero do placar, mas os atletas do time marujo vinham esbarrando na zaga adversária e no goleiro Mota.

Próximo do fim da partida o CSA se jogou ao ataque, mas sem sucesso e o zero não saiu do placar do Rei Pelé.

Com o resultado, o Azulão do Mutange pode empatar por qualquer resultado com gols que garante o título do torneio. As equipes voltarão a se enfrentar no dia 01 de outubro, no estádio Raulino de Oliveira às 21h para definir quem será o Campeão da Série D 2016.

Lucas André || @luc4s_andre
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.