Header Ads

Real empata com o Las Palmas e vê vantagem diminuir

Real Madrid empata com o Las Palmas
Cristiano, Asensio e Carvajal comemoram o gol do camisa 20
Foto: GettyImagens/2016
Fora de casa o Real Madrid empatou em 2-2 com o Las Palmas e viu a distância para o segundo colocado cair para apenas 1 ponto.

O inicio do primeiro tempo foi como Zidane pediu. Diferente das outras partidas, onde se via um Real Madrid morto na primeira etapa, o clube merengue sufocou o Las Palmas na defesa. Foram 17 chances criadas na 1ª etapa, um recorde do clube de Madri no Campeonato Espanhol.

Real Madrid Las Palmas Marco Asensio
Asensio marcou aos 32 minutos após boa jogada de Nacho
Foto: Getty Imagens/2016
O time trocava passes e criava boas oportunidades. Morata, Cristiano e Bale pararam em defesas de Javi Varas, vezes fáceis - como uma bola praticamente recuada de Álvaro, vezes difícil como num chute forte de Bale. Na maioria o Madrid perdia a chance do gol quando ensaiada demais para invadir a área ou chutar. Aos 32 minutos Nacho, zagueiro que substituiu Marcelo na lateral - fazendo a mesma função do brasileiro, inclusive nas subidas  - recebeu a bola e partiu para cima da defesa canária, ele invadiu a área, cortou e chutou, Javi fez boa defesa mas a bola sobrou para Marco Asensio que cabeceou para as redes fazendo 0x1. Foi o terceiro gol na temporada do garoto recém chegado ao time principal, ele é, ao lado de Sergio Ramos e Bale, um dos artilheiros do time na temporada. 

Real Madrid Nacho Las Palmas
Nacho disputa a bola. O zagueiro jogou improvisado na lateral esquerda.
Foto: Getty Imagens/2016
Não muito depois, aos 37 minutos, Tana ficou sozinho no meio da área após sobra de cruzamento do Las Palmas e chutou no canto de Kiko Casilla empatando a partida. Com Casemiro machucado, foi Toni Kroos quem ocupou a função. Com mais qualidade no toque do que na marcação, a força defensiva do Real Madrid perde muito com o alemão. 

Na segunda etapa, o Real Madrid voltou a buscar os espaços e tocar a bola. As chances chegavam pelos lados, tanto Bale quanto Carvajal encontravam cruzamentos para lançar ao ataque. Cristiano Ronaldo até marcou aos 55 minutos, mas estava impedido e o gol foi bem anulado. O gajo não fez boa partida, não mostrava um bom dominio da bola, perdia chances boas e parava na defesa com facilidade. Aos 60 minutos o Las Palmas começou a jogar. O time da ilha avançou, Kiko trabalhou num belo chute de Gomez.

Buscando alternativas para não ficar no empate, Zidane tirou Marco Asensio, que fazia boa partida, para colocar Karim Benzema. Deu certo. 3 minutos depois Cristiano Ronaldo recebeu sozinho, frente a frente com Javi, ele chutou, o goleiro defendeu e a bola sobrou para Benzema estufar a rede colocando o Real Madrid na frente novamente. 1-2. 

Benzema Real Madrid Las Palmas 2016
Benzema comemora o seu gol, segundo dele na temporada.
Foto: Getty Imagens/2016
Vencendo, Zidane tirou Cristiano para colocar Vázquez. O português cumprimentou o colega de time e o técnico, mas parecia irritado com as chances que desperdiçou. Aos 79 o francês voltou a mexer na equipe, saiu Morata e entrou Isco, para recuperar espaços no meio campo. Minutos depois, aos 84, o Las Palmas empatou novamente, com Araujo, numa bola que sobrou boba na área e depois de uma boa defesa de Kiko. Mais um gol levado por falha de marcação. 

Dali para frente o Real Madrid voltou a repetir suas exaustivas tentativas de empatar com gol de cabeça. Chuveirinho na área e Benzema chegou a perder um gol sozinho. Mas, apesar da insistência, o jogo acabou 2-2 e o empate fez a diferença para o segundo colocado cair para apenas 1 ponto. 

Se dá para viver sem o Marcelo, já que Nacho fez uma ótima partida, é impossível imaginar uma boa defesa sem Casemiro. As falhas, se é que se pode cobrar de Toni Kroos uma característica que ele não tem, causaram o empate de um time que dominou o jogo o tempo todo. 

Num campeonato de pontos corridos, este é o segundo empate seguido do clube merengue, mas é menos preocupante empatar fora de casa com um time que começou muito bem a La Liga. O fantasma não é o Las Palmas, continua a ser os mesmos "gols bobos" tomados. Não é o fim do mundo, mas custa uma vantagem e um campeonato.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.