Header Ads

Sampaio empata com CRB e não aproveita os tropeços dos adversários

Sampaio Corrêa e CRB se enfrentaram no último sábado (17), no Estádio Castelão, valendo a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Tricolor de São Pantaleão precisava da vitória para chegar aos adversários diretos na luta contra o rebaixamento. Já o CRB precisava voltar ao G4. Mas o empate em 1x1 acabou atrapalhando os planos das duas equipes.

Marmentini marcou de pênalti, mas não evitou o empate (Foto: Elias Auê)


O Sampaio iniciou a partida com bom volume de jogo, partindo para cima do adversário, marcando forte no meio de campo. Mas quem assustou primeiro foi o CRB. Aos 17 minutos, o time alagoano cobrou escanteio, o goleiro Rodrigo Ramos saiu mal do gol e deu um soco na bola, que bateu em Renan Luís e quase entra no gol.

Apesar do domínio na posse de bola, o tricolor só levou real perigo a defesa adversária aos 35 minutos. Marmentini fez boa jogada na direita após driblar o defensor e cruzou rasteiro. A bola passou à frente do goleiro e por pouco Jean Carlos não alcançou a bola no carrinho. Aos 41, foi a vez do CRB. Marcos chutou cruzado da esquerda no ângulo e Rodrigo Ramos fez uma ótima defesa de mão trocada, espalmando a bola para escanteio. Um minuto depois, Pimentinha avançou pela esquerda e invadiu a área. O marcador impediu o avanço do atacante tricolor com o braço e cometeu a infração. Pênalti para o Tubarão. Marmentini assumiu a responsabilidade da cobrança e converteu a penalidade com maestria, deslocando o goleiro, aos 45.

No início do segundo tempo, o CRB tentou o empate com Luidy. Após bola alçada na área, Neto Baiano escorou para trás e o jovem atacante alagoano chutou de primeira no canto esquerdo, mas o arqueiro tricolor espalmou para fora. No lance seguinte, na cobrança curta de escanteio, Luidy recebeu dentro da área e foi derrubado por Renan Luís, pênalti infantil cometido pelo lateral tricolor. Neto Baiano não desperdiçou a cobrança e empatou a partida, aos 8 minutos.

O time alagoano voltou a levar perigo aos 16 minutos. Neto Baiano recebeu dentro da área de costas para o zagueiro e fez o pivô para Assisinho, que chutou forte no meio do gol, mas Rodrigo Ramos fez excelente defesa com os pés, evitando a virada. Ao comandante tricolor não restava alternativa, a não ser partir com tudo para o ataque. Então ele promoveu a reestreia de Hiltinho, no lugar de Diego Lorenzi. Edgar também entrou, após muito tempo lesionado. E o centroavante Thiago Santos substituiu Éder Sciola.

Aos 43, Edgar partiu em contra-ataque e ganhou de Diego Jussani na corrida, invadiu a área e tentou fazer uma “cavadinha”, mas finalizou em cima do goleiro Júlio César. E assim terminou a partida, 1x1, resultado que não agradou a ambos.

No primeiro tempo, o Sampaio marcou forte e apesar do controle da posse de bola, o time pouco criou. Marmentini não apareceu tanto na criação de jogadas. Jean Carlos se movimentou bastante no ataque, alternando várias vezes o posicionamento com Pimentinha, o que possibilitou a marcação do pênalti. Mas o setor ofensivo, desta vez, sentiu falta do centroavante de ofício para definir algumas jogadas. O esquema armado por Flávio Araújo que deu certo contra o Ceará desta vez não funcionou, alternando-se do 3-5-2 para o 4-4-2 em alguns momentos do jogo. No segundo tempo, o tricolor parecia outro time em campo, lento, errando muitos passes e dando espaço para o adversário, principalmente pelo lado direito. O CRB voltou com vontade de vencer e fez por merecer o empate.

Na próxima rodada, o Tubarão enfrentará o Criciúma, em Santa Catarina, no Estádio Heriberto Hulse, na sexta-feira (23), às 19h15. É hora de dar a volta por cima. Reage, Sampaio!

FICHA DO JOGO:
Local: Estádio Castelão, São Luís (MA)
Data: 17 de Setembro de 2016, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Cartões amarelos: Wágner, Héverton, Diego Lorenzi e Edgar (Sampaio); Marcos, Geandro e Neto Baiano (CRB)
Gols: Gustavo Marmentini, aos 45’ 1º T (Sampaio); Neto Baiano, aos 8’ 2º T
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Éder Sciola (Thiago Santos), Wágner Fogolari, Luiz Otávio e Héverton; Diego Lorenzi (Hiltinho), Tássio, Renan Luís e Gustavo Marmentini; Pimentinha e Jean Carlos (Edgar). Técnico: Flávio Araújo
CRB: Júlio César; Marcos (Bocão), Diego Jussani, Flávio Boaventura e Diego; Geandro, Matheus Galdezani, Roger Gaúcho (Assisinho) e Gerson Magrão; Luidy e Neto Baiano (Zé Carlos). Técnico: Mazola Júnior

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.